IPCA subiu 0,67% em junho na comparação com maio

LinkedIn

O índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,67% em junho na comparação com maio, acelerando-se em relação à alta apurada no período anterior (+0,47%), segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado ficou levemente abaixo das expectativas do mercado financeiro, de +0,73%, conforme o Termômetro CMA.

Com isso, o IPCA acumula alta de 11,89% em 12 meses, também abaixo das estimativas, de +11,95%, ainda segundo o Termômetro CMA.

Segundo o IBGE, todos os nove grupos de produtos e serviços pesquisados apresentaram alta em junho, sendo que a maior variação (1,67%) veio do grupo Vestuário. Na sequência, vieram Alimentação e bebidas (0,80%), Saúde e cuidados pessoais (1,24%) e Transportes (0,57%).

O resultado em Vestuário foi influenciado principalmente pela alta dos preços das roupas masculinas (2,19%), roupas femininas (2,00%) e roupas infantis (1,49%) e calçados e acessórios (1,21%).

Quanto aos índices regionais, o IPCA subiu em todas as regiões pesquisadas no sexto mês de 2022. Salvador apresentou a maior variação (1,24%), impactada pela alta da gasolina (4,63%), enquanto Belém teve a menor variação (0,26%) devido à queda de 10,35% no preço do açaí.

O IPCA é calculado com base em famílias com rendimentos de 1 a 40 salários e que vivem nas principais regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília. Para o cálculo do indicador, os preços foram coletados no período de 28 de maio e 29 de junho de 2022.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário