Por que o Bitcoin deve atender a essas condições se quiser ficar acima de US$ 20 mil

LinkedIn

O Bitcoin (BINA:BTCUSDT) conseguiu ultrapassar o nível de resistência acima de US$ 21.000 e parece pronto para mais ganhos. A criptomoeda registra sua primeira semana no verde depois que a pressão de venda implacável a levou a uma baixa de vários anos de cerca de US$ 17.000.

No momento da redação deste artigo, o Bitcoin (BTC) é negociado a US$ 21.823, 8 de julho, 17h01 (horário de Brasília).

Os dados do Material Indicators (MI) mostram um aumento nas ordens de compra do preço do BTC à medida que ele se move para US$ 22.000. A criptomoeda registra cerca de US$ 10 milhões em pedidos de US$ 21.800 e US$ 21.500.

Esses níveis estavam anteriormente desprotegidos e eram suscetíveis a mais perdas. Em prazos mais baixos, parece que os investidores estão formando um escudo de liquidez para o preço do BTC em seus níveis atuais.

A atual ação de alta do preço foi precedida por um aumento na pressão de compra das baleias BTC. Os dados do MI mostram que essas grandes entidades estão comprando mais Bitcoin desde o início de julho e influenciaram o preço do BTC para cima.

Os dados mostram uma ligeira diminuição na pressão de compra, o que pode indicar que o preço do BTC voltará a uma fase de consolidação. Para sustentar o impulso de alta, analistas da Material Indicators alegaram que o preço do BTC deve ficar acima de US$ 20.000 nos próximos dois dias.

Bitcoin BTC BTCUSD MI1
O preço do BTC (linha azul) vê mais suporte em torno de US$ 21.500 e US$ 21.800 (ordens de lance em vermelho). 

Para estender o impulso de alta, a criptomoeda deve recuperar a média móvel semanal de 200 (WMA), que é de US$ 22.560. O analista Michaël Van de Poppe concorda com a potencial consolidação de preços antes de qualquer tentativa de recuperar níveis mais altos:

A resistência crucial para o #Bitcoin enquanto falamos. (O volume tem a ver com o fato de que a Binance adicionou as taxas de negociação zero) Parece bom no geral, mas não ficaria surpreso com alguma pequena consolidação antes que ocorra uma grande fuga.

O que poderia atrapalhar um novo rali do Bitcoin

Segundo o economista Alex Krüger, o Federal Reserve dos EUA (Fed) ainda é o fator mais importante para o preço do BTC. A instituição financeira vem tentando frear a inflação elevando as taxas de juros.

No entanto, o Fed acredita que qualquer potencial impacto negativo de um aumento da taxa de juros ou diminuição de seu balanço, Quantitative Tightening (QT), já está precificado .

A menos que a inflação surpreenda consideravelmente para cima, o Fed está bem com as coisas como estão, e o aperto da política monetária está principalmente no preço. QT não destruirá os mercados. Grandes movimentos requerem um choque de informação, que então leva a uma mudança no equilíbrio.

O próximo grande obstáculo ao preço do BTC pode ser a temporada de lucros das empresas tradicionais. Se as ações forem negociadas no lado negativo como resultado de uma desaceleração econômica, o mercado de criptomoedas já altamente correlacionado poderá seguir.

Com informações de NewsBTC

Deixe um comentário