Microsoft e Alaska Airlines estão trabalhando com esta startup para produzir combustível de aviação sustentável

LinkedIn

O combustível de aviação sustentável, comumente chamado de SAF, até agora tem sido caro para produzir, mas novas startups estão criando combustíveis limpos a partir do carbono a um custo muito mais barato. Agora, novos créditos fiscais para a produção de combustível limpo da Lei de Redução da Inflação recentemente assinada podem impulsionar essas empresas ainda mais rapidamente.

A maioria dos SAF é feita de óleos vegetais orgânicos, mas a Twelve, uma empresa de tecnologia química com sede em Berkeley, Califórnia, está produzindo combustível a partir de carbono. Acabou de anunciar uma colaboração com a Alaska Airlines (NYSE:ALK) e a Microsoft (NASDAQ:MSFT) para avançar na produção e no uso do E-jet da Twelve, um combustível de aviação com baixo teor de carbono.

A Microsoft também é negociada na B3 através do ticker (BOV:MSFT34).

“Nosso processo leva CO2, água e eletricidade como insumos. Usamos a eletricidade para separar CO2 e água, e então temos catalisadores que recombinam os elementos para fazer novos produtos. E uma das coisas que podemos fazer são os blocos de construção para o combustível de aviação”, disse o cofundador e CEO Nicholas Flanders.

O processo, de acordo com Flanders, é muito mais barato do que a produção SAF existente.

“O custo da eletricidade renovável vem caindo na última década, assim como o custo da captura de CO2, e também o custo dos eletrolisadores, que é a tecnologia que usamos para transformar CO2 e água em blocos de construção para combustível de aviação, ” ele disse.

Flanders diz que as aeronaves não precisariam ser alteradas de forma alguma para acomodar o novo combustível, que, segundo ele, tem emissões 90% menores do que o combustível de aviação convencional. Isso é enorme para as companhias aéreas que tentam atingir metas agressivas de emissões.

“Temos a meta de atingir zero líquido até 2040. Temos cinco passos para chegar lá”, disse Diana Birkett, vice-presidente sênior de relações públicas e sustentabilidade da Alaska Airlines. “Mas o combustível de aviação sustentável oferece a maior oportunidade de todas essas etapas para dar um salto significativo para essa meta de 2040.”

Em escala, a tecnologia deve ser competitiva em custo com o combustível de aviação tradicional, diz Flanders.

A Twelve é apoiada pela DCVC, Capricorn Investment Group, Carbon Direct, Chan Zuckerberg Initiative, Microsoft Climate Innovation Fund, Breakout Ventures, Munich Ree e Elementum Ventures.

Já arrecadou US$ 200 milhões até hoje.

Com informações de CNBC

Deixe um comentário