Sandeep Nailwal, fundador da Polygon, levanta US$ 50 milhões para fundo Web3

LinkedIn

O empresário de criptomoedas e fundador da Polygon, Sandeep Nailwal, levantou US$ 50 milhões para um novo fundo de startup dedicado a empresas Web3, ressaltando o crescente interesse do capital de risco na internet baseada em blockchain.

A empresa de risco da Nailwal, Symbolic Capital, é apoiada por protocolos de criptomoedas, exchanges, empresas de auditoria focadas em criptomoedas e outros investidores de capital de risco, conforme a empresa divulgou na quinta-feira (25). O fundo da Symbolic já investiu em três startups de jogos focadas em blockchain: BlinkMoon, Planet Mojo e Community Gaming. O financiamento inicial recebido por essas startups não foi divulgado.

Talvez em uma nova visão do financiamento de risco, Nailwal disse que sua empresa está focada em apoiar fundadores de projetos de mercados emergentes. “Começando a Polygon na Índia, lutamos para nos conectar a VCs que acreditavam em nossa visão e habilidades como fundadores”, disse ele.

Nailwal cofundou a Polygon em 2017 na Índia antes de se mudar para Dubai dois anos depois. Em entrevista à Bloomberg, Nailwal disse que deixou seu país de origem devido à falta de clareza regulatória em torno das criptomoedas.

Como outros VCs focados em cripto, a Symbolic Capital está fortemente focada em projetos ou soluções Web3 que avançarão na internet descentralizada. Dois fundos focados na Web3 foram anunciados no início deste mês – o CoinFund lançou um empreendimento de US$ 300 milhões e a Shima Capital estreou com um compromisso de US$ 200 milhões.

Os projetos Web3 representaram a maior parte do financiamento de criptoativos no segundo trimestre, respondendo por 42% dos negócios individuais. Os fundos de risco investiram US$ 14,67 bilhões em startups de criptomoedas entre abril e junho, igualando sua cota no primeiro trimestre.

Com informações de Sam Bourgi

Deixe um comentário