Petrobras: cogitado para assumir companhia em eventual governo Lula, Prates defende revisão de acordo sobre refinarias

LinkedIn

O senador Jean-Paul Prates (PT-RN), cogitado para a presidência da Petrobras em uma eventual vitória de Lula, reagiu hoje às declarações do coordenador-geral de análise antitruste do Cade, Felipe Mundim, sobre uma possível revisão da venda das refinarias da estatal.

Ontem, Mundim afirmou que o controlador da Petrobras (BOV:PETR3) (BOV:PETR4) poderá pedir mudanças no Termo de Cessão de Conduta (TCC), se quiser modificar os termos. Pelo TCC, a Petrobras precisa vender oito refinarias, sendo cinco este ano.

“O Cade é quem vai sentar à mesa com a Petrobras para reavaliar esse TCC. Há anos digo que ele foi firmado à revelia dos interesses da Petrobras e seus investidores, não apenas do acionista majoritário”, afirmou Prates em uma rede social. Segundo ele, as vendas das refinarias não foram bem-sucedidas e “têm potencial de escandalizar, se os bastidores forem esmiuçados”.

O senador afirmou que o “melhor para todos será reavaliar suas premissas equivocadas, e reconhecer que tentaram usar o TCC para escamotear a ordem direta do Governo para vender as refinarias.”

Informações BDM

Deixe um comentário