ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

BNY Mellon lança serviços de criptografia

LinkedIn

O BNY Mellon (NYSE:BK) lançou uma plataforma de custódia digital para proteger o Ether (COIN:ETHUSD) de clientes selecionados e Bitcoin (COIN:BTCUSD) em 11 de outubro, tornando o banco mais antigo da América do Norte o primeiro grande banco do país a oferecer a custódia de ativos digitais e investimentos tradicionais na mesma plataforma.

O BNY Mellon também é negociado na B3 através do ticker (BOV:BONY34).

Segundo comunicado, o banco armazenará chaves privadas de acesso aos fundos e prestará os mesmos serviços de escrituração oferecidos aos gestores de fundos em outros ativos, como ações e títulos.

“Com a Digital Asset Custody, continuamos nossa jornada de confiança e inovação no espaço de ativos digitais em evolução, ao mesmo tempo em que adotamos tecnologia de ponta e colaboramos com fintechs”, disse Roman Regelman, CEO da Securities Services & Digital do BNY Mellon.

O BNY Mellon tem 238 anos, possui mais de US$ 43,0 trilhões em ativos sob custódia ou administração em todo o mundo e, em 2021, formou uma unidade de ativos digitais corporativos para desenvolver soluções de ativos digitais e uma plataforma para unir a custódia de ativos digitais e tradicionais. O banco recebeu aprovação para custódia de criptomoedas no início deste outono da autoridade financeira de Nova York.

Uma pesquisa recente do banco revelou que 91% dos investidores institucionais estão interessados ​​em investir em produtos tokenizados e 41% deles possuem criptomoedas em seus portfólios.

Em março, o banco foi selecionado pela Circle como o custodiante de suas reservas em USD Coin. O BNY anunciou anteriormente sua  parceria com a plataforma de dados blockchain Chainalysis para ajudar instituições financeiras tradicionais a rastrear e analisar produtos de criptomoeda, permitindo que grandes empresas gerenciem riscos legais relacionados a criptomoedas.

Por Ana Paula Pereira

Deixe um comentário