Dow Jones teve alta de 765 pontos para começar outubro à medida que rendimento do Tesouro recua

LinkedIn

As ações dos Estados Unidos subiram na segunda-feira (03) para iniciar o novo mês e trimestre, já que os rendimentos do Tesouro diminuíram de níveis não vistos em cerca de uma década.

O Dow Jones encerrou o dia em alta de 765,38 pontos, ou +2,66%, em 29.490,89. O S&P 500 subiu 2,59%, para 3.678,43 pontos, depois de cair na sexta-feira para seu nível mais baixo desde novembro de 2020. O Nasdaq Composite avançou 2,27%, encerrando em 10.815,43 pontos.

Foi o melhor dia desde 24 de junho para o Dow Jones, e para o S&P 500 é o melhor dia desde 27 de julho.

Esses movimentos ocorreram quando o rendimento da nota do Tesouro dos EUA de 10 anos passou para ser negociado em cerca de 3,65%, após atingir 4% em um ponto na semana passada.

″É muito simples neste momento, o rendimento do Tesouro de 10 anos sobe e as ações provavelmente permanecem sob pressão”, disse Tavis McCourt, da Raymond James. “Ele cai e as ações sobem.”

Wall Street está saindo de um mês difícil, com o Dow Jones e o S&P 500 registrando suas maiores perdas mensais desde março de 2020. O Dow Jones na sexta-feira também fechou abaixo de 29.000 pela primeira vez desde novembro de 2020.

O Dow Jones caiu 8,8% em setembro, enquanto o S&P 500 e o Nasdaq Composite perderam 9,3% e 10,5%, respectivamente.

No trimestre, o Dow Jones caiu 6,66% para registrar uma sequência de perdas de três trimestres pela primeira vez desde o terceiro trimestre de 2015. Tanto o S&P quanto o Nasdaq Composite caíram 5,28% e 4,11%, respectivamente, para terminar seu terceiro trimestre negativo consecutivo pela primeira vez desde 2009.

O rali de segunda-feira não é surpreendente, considerando como os mercados estão sobrevendidos, de acordo com Sam Stovall, estrategista-chefe de investimentos da CFRA.

“Como o S&P caiu mais de 9% em setembro… porque o ISM foi mais fraco do que o esperado – idem para gastos com construção – as pessoas agora estão supondo que talvez o Fed não seja tão agressivo”, disse ele. “Como resultado, estamos vendo os rendimentos caírem, estamos vendo o dólar enfraquecer. Esses fatores estão contribuindo para o movimento que estamos vendo hoje.”

À medida que o novo trimestre começa, todos os setores do S&P 500 ficam pelo menos 13% abaixo de suas máximas de 52 semanas. Nove setores encerraram o trimestre em território negativo.

Os investidores estavam apenas começando a perder a esperança de um rali de fim de ano, mas Stovall disse que o mercado ainda pode obter um, observando que os ralis de fim de ano são historicamente mais fortes em anos de eleições de meio de mandato.

“Podemos ver um rali porque esses anos de eleições de meio de mandato do quarto trimestre são o segundo melhor trimestre médio e também têm a segunda maior frequência de avanço”, disse ele. “O melhor é o próximo, ou seja, o primeiro trimestre do terceiro ano. Poderíamos nos surpreender com pelo menos um movimento ascendente de curto prazo.”

Com informações de CNBC

Deixe um comentário