ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Robinhood se move para recomprar US$ 550 milhões em ações compradas por Sam Bankman-Fried

LinkedIn

A Robinhood Markets Inc (NASDAQ:HOOD) anunciou na quarta-feira (8) que seu conselho de administração aprovou a recompra da participação de 7,6% da empresa que Sam Bankman-Fried, fundador da agora falida exchange de criptomoedas FTX, comprou em maio de 2022.

As ações são de propriedade de uma entidade chamada Emergent Fidelity Technologies, uma holding que o Bankman-Fried e o ex-executivo da FTX Gary Wang usaram para comprar uma participação na corretora e atualmente valem mais de US$ 550 milhões. A Emergent, que entrou com pedido de falência na última sexta -feira, possui 55 milhões de ações da Robinhood, de acordo com o anúncio do conselho.

“Como há um precedente limitado para esse tipo de situação, não podemos prever quando ou se a compra das ações ocorrerá”, disse Robinhood em seu comunicado à imprensa sobre os resultados do quarto trimestre. “Forneceremos atualizações conforme apropriado.”

O anúncio de Robinhood potencialmente põe fim a uma briga de meses sobre quem possui a participação significativa na corretora online depois que a FTX pediu concordata em novembro de 2022, enquanto os credores tentam recuperar todos os fundos que puderem da agora extinta exchange de criptomoedas.

A BlockFi, uma credora cripto que faliu logo após o colapso da FTX, processou a Emergent no final de dezembro de 2022 pelo controle das ações da Robinhood. Ele disse que apoiou um empréstimo de US$ 546 milhões que Bankman-Fried e Wang fizeram da Alameda, um fundo de hedge cripto que fazia parte do outrora extenso império cripto de Bankman-Fried, para comprar a participação da Emergent na Robinhood.

Pouco mais de uma semana depois, no início de janeiro, um advogado do Departamento de Justiça disse a um juiz federal que o governo estava em processo de apreensão das ações do Bankman-Fried. O fundador da FTX tinha uma participação de 90% na Emergent Fidelity Technologies, enquanto Wang possuía 10% da holding.

Os advogados de Bankman-Fried logo apresentaram uma objeção à apreensão do Departamento de Justiça no processo de falência da FTX. Eles disseram que a Emergent não fazia parte do processo de falência da FTX, pois não é propriedade da Alameda ou de qualquer outra entidade incluída no processo.

Os advogados de Bankman-Fried, citando jurisprudência, escreveram que o magnata da criptomoeda em desgraça precisa das ações de Robinhood para honorários advocatícios, já que a “incapacidade financeira de se defender tem sérias consequências”.

Robinhood está conversando com o Departamento de Justiça sobre a recompra de ações. “Acreditamos que será um acréscimo ao longo do tempo e removerá a distração para os acionistas”, disse Vlad Tenev, CEO da corretora, na quarta-feira em uma teleconferência de resultados.

As ações da Robinhood subiram cerca de 5% nas negociações estendidas de quarta-feira após seu relatório de ganhos, que incluiu notícias de um declínio contínuo na receita de negociação de criptomoedas.

Com informações de Fortune

Deixe um comentário