ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for discussion Cadastre-se para interagir em nossos fóruns de ativos e discutir com investidores ideias semelhantes.

Ações da Alphabet disparam 7% após relatório de receita e lucro acima das expectativas

LinkedIn

As ações da Alphabet (NASDAQ:GOOGL), controladora do Google, tiveram um aumento de aproximadamente 7% nas negociações estendidas na terça-feira (25), após a empresa divulgar seus resultados do segundo trimestre, que apresentaram receita e lucro acima do esperado, principalmente impulsionados pelo crescimento de sua unidade de computação em nuvem.

A Alphabet também é negociada na B3 através do ticker (BOV:GOGL34). As ações GOGL34 fecharam em alta de 8,97% na terça-feira, a um último preço de R$ 52,00 reais.

No segundo trimestre, a Alphabet registrou ganhos de US$ 1,44 por ação, superando as expectativas ajustadas de US$ 1,34 por ação, de acordo com a Refinitiv. A receita também surpreendeu, totalizando US$ 74,6 bilhões, enquanto os analistas esperavam US$ 72,82 bilhões.

Além disso, os números divulgados mostraram um desempenho positivo em outras áreas-chave do negócio: os anúncios no YouTube alcançaram US$ 7,67 bilhões (esperado: US$ 7,43 bilhões), o Google Cloud alcançou US$ 8,03 bilhões (esperado: US$ 7,87 bilhões) e os custos de aquisição de tráfego ficaram em US$ 12,54 bilhões (esperado: US$ 12,37 bilhões).

O crescimento da receita no segundo trimestre foi de 7%, elevando o total para US$ 74,6 bilhões.

Apesar desse sólido desempenho, a Alphabet registrou crescimento de apenas um dígito pelo quarto trimestre consecutivo, refletindo uma diminuição nos gastos com anúncios digitais em meio a preocupações econômicas. Os analistas preveem que o crescimento de dois dígitos pode retornar apenas no quarto trimestre.

A unidade de nuvem do Google teve destaque com um crescimento impressionante de 28% na receita, incluindo infraestrutura e aplicativos de produtividade. Essa divisão, que se tornou lucrativa no primeiro trimestre, registrou um lucro operacional de US$ 395 milhões no segundo trimestre, um grande avanço em relação ao prejuízo de US$ 590 milhões no mesmo período do ano anterior.

A receita publicitária do Google, que engloba os anúncios do YouTube, cresceu 3,3%, chegando a US$ 58,14 bilhões em comparação com US$ 56,29 bilhões do ano passado. A plataforma de vídeo YouTube superou as expectativas dos analistas com US$ 7,67 bilhões em receita, superando os US$ 7,34 bilhões do ano anterior, apesar da concorrência do TikTok em vídeos curtos.

A divisão “Pesquisa e outros” do Google também teve um crescimento ligeiramente superior em relação ao ano anterior, totalizando US$ 42,63 bilhões.

Em relação à unidade Other Bets, que engloba negócios como o Waymo, de carros autônomos, e a Verily, de ciências biológicas, a receita teve um aumento expressivo de 48%, alcançando US$ 285 milhões. No entanto, essa divisão ainda registrou um prejuízo de US$ 813 milhões no período.

Além dos resultados financeiros, a Alphabet anunciou que sua diretora financeira, Ruth Porat, assumirá um novo cargo como presidente e diretora de investimentos, deixando a função de CFO após oito anos. Porat permanecerá como CFO durante o processo de seleção de seu sucessor e supervisionará o portfólio de Outras Apostas.

Até o fechamento do pregão regular de terça-feira, as ações GOOGL subiram 47% no ano, em comparação com o ganho de 19% no S&P 500.

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br