ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Documentos do processo antitruste contra Google serão públicos

LinkedIn

O juiz federal Amit Mehta, encarregado do caso antitruste do Departamento de Justiça dos EUA contra o Google, uma subsidiária da Alphabet Inc (NASDAQ:GOOGL), determinou que os documentos apresentados no julgamento estarão disponíveis ao público online ao final de cada dia de audiência. Esta decisão resolveu um conflito que havia impedido o acesso do público às exposições deste significativo embate legal.

A Alphabet também é negociada na B3 através do ticker (BOV:GOGL34).

Google e terceiros envolvidos têm até as 21h para apresentar oposição à divulgação de qualquer exposição utilizada no julgamento, agora em sua terceira semana em Washington. O Departamento de Justiça tem a responsabilidade de resolver tais objeções até o próximo dia útil, conforme instruído pelo juiz Mehta.

Na semana anterior, a divulgação de e-mails, gráficos e outras comunicações internas do Google havia sido interrompida após objeções da empresa, levando a surpresa do juiz por não ter sido consultado previamente. Decisões sobre acesso público a provas apresentadas serão tomadas posteriormente por Mehta.

O Departamento de Justiça manifestou desejo de tornar público os documentos ao final de cada dia de julgamento, enquanto o Google solicitou um período de 24 horas para revisões antes da publicação.

Este julgamento, previsto para durar 10 semanas, é o mais relevante enfrentamento legal para uma empresa de tecnologia desde o caso contra a Microsoft nos anos 90, proporcionando um olhar único sobre o funcionamento interno de uma das corporações mais impactantes da atualidade.

O juiz Mehta destacou que é imperativo garantir que as informações publicadas não revelem dados pessoais de indivíduos. O caso em questão é registrado como EUA x Google, 20-cv-3010, no Tribunal Distrital dos EUA, Distrito de Columbia.

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br