ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Histórico dia para Bitcoin nos EUA: ETFs de Bitcoin à vista recebem luz verde dos reguladores

LinkedIn

No decorrer desta semana, um evento marcante ocorreu no mundo das criptomoedas nos Estados Unidos. A Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio (SEC) concedeu a aprovação tão esperada para o lançamento dos primeiros Exchange Traded Funds (ETFs) de Bitcoin à vista no país. Isso marca um marco significativo na jornada das criptomoedas, visto que os reguladores federais deram o aval para que os cidadãos americanos possam agora investir em veículos financeiros que rastreiam a criptomoeda pioneira, com mais de 15 anos de existência.

Os ETFs de Bitcoin à vista são um produto financeiro que permite aos investidores adquirirem exposição direta ao Bitcoin (COIN:BTCUSD), uma criptomoeda que ganhou destaque global. Ao contrário dos ETFs de futuros de Bitcoin, que mantêm contratos de derivativos ligados ao BTC, esses novos ETFs à vista realmente possuem e detêm Bitcoin físico em suas reservas. Isso torna a opção ainda mais atraente para investidores institucionais e de varejo, que agora podem acompanhar os movimentos de preços do Bitcoin sem a necessidade de criar carteiras de criptomoedas ou investir diretamente no ativo digital.

Muitas empresas de renome, incluindo gigantes financeiros como BlackRock (NYSE:BLK), Fidelity e Grayscale, competiram para lançar esses ETFs de Bitcoin. Nos últimos dias, elas anunciaram suas taxas, indicando uma concorrência feroz para atrair investidores. Esses ETFs à vista oferecem uma maneira regulamentada e acessível para os investidores americanos aderirem ao mercado de criptomoedas, tornando-os disponíveis através de contas de corretagem convencionais.

A aprovação da SEC foi precedida por anos de atrasos e rejeições em tentativas anteriores de lançar ETFs de Bitcoin à vista. Esta decisão da SEC segue um veredicto do Tribunal de Apelações do Circuito de D.C. que criticou a agência por sua rejeição anterior de converter o Grayscale Bitcoin Trust (USOTC:GBTC) em um ETF à vista. Agora, com essa luz verde regulatória, o mercado financeiro americano está prestes a vivenciar uma revolução no espaço das criptomoedas.

Nos últimos meses, a SEC realizou diversas reuniões com os emissores de ETFs propostos e implementou várias alterações nas regras para garantir que todos os requisitos fossem atendidos antes do lançamento. As principais bolsas, como a NYSE Arca, Cboe BZX e Nasdaq (NASDAQI:COMP), finalizaram seus registros 19b-4, alinhando-os com os S-1s alterados dos emissores de ETF. Corretoras importantes, como Fidelity e E-Trade, já começaram a listar os ETFs de Bitcoin em suas plataformas.

Esse movimento regulatório impulsionou o preço do Bitcoin, que saltou de cerca de US$ 27.000 em outubro para mais de US$ 45.000 no início de 2024. O Grayscale Bitcoin Trust (GBTC), o maior fundo fechado de Bitcoin que agora tem permissão para se converter em um ETF, também experimentou um aumento em seu preço, atingindo US$ 40, seu nível mais alto desde dezembro de 2021.

A vice-presidente de comunicações da Grayscale, Jenn Rosenthal, expressou sua satisfação com as aprovações regulatórias, indicando que o GBTC será transferido para a NYSE Arca em breve.

A aprovação é um momento histórico para o mercado de criptomoedas nos Estados Unidos, com os ETFs de Bitcoin à vista finalmente disponíveis para investidores, e o impacto desse desenvolvimento está sendo observado de perto pelos participantes do mercado.

Maximiliano Hinz, diretor de LatAm Growth, comentou: “Estamos muito felizes com a listagem do ETF de Bitcoin. Embora isso não nos afete diretamente, já que nossos usuários não operam por meio de ETFs, mas podem adquirir o ativo diretamente, compreendemos o impacto positivo que essa mudança terá no mercado. Isso marca um novo marco na trajetória do Bitcoin e abre as portas para clientes institucionais que, devido às regulamentações anteriores, não podiam ter exposição a criptomoedas, permitindo-lhes investir em Bitcoin. Certamente, veremos uma grande quantidade de fundos ingressando na indústria, o que gerará um fluxo considerável de capital e oportunidades para todos”.

Deixe um comentário