ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for charts Cadastre-se para gráficos em tempo real, ferramentas de análise e preços.

Dólar fecha com leve alta, com investidores demonstrando cautela com a Ata do Fed

LinkedIn

O dólar fechou em leve alta nesta quarta-feira, interrompendo sequência de quatro baixas, com investidores demonstrando cautela com a Ata do Fed, a safra de balanços nos EUA e no Brasil, especialmente com os números de Nvidia e Vale, e de olho nas movimentações políticas em Brasília.

A Ata não trouxe novidades, mas reforçou o discurso cauteloso que alguns membros do Fed já vinham fazendo nas últimas semanas, de que é preciso ter “maior confiança” de que a inflação está desacelerando em direção à meta de 2% antes de se cogitar um corte nas taxas. Por outro lado, o documento mostrou que os membros do comitê consideraram que os juros estão “provavelmente” no seu pico.

A maioria deles também alertou para os riscos de agir muito rápido no afrouxamento monetário e enfatizou a importância de avaliar cuidadosamente os dados recebidos para avaliar se a inflação está caindo de forma “sustentável”.

Após a divulgação da Ata, o levantamento do CME mostrava que as apostas do mercado para início dos cortes não sofreram mudanças e seguem concentradas em junho.

Por aqui, os investidores monitoraram as negociações em torno da desoneração da folha de pagamentos. Fernando Haddad não falou com a imprensa depois da reunião que teve com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, mas o líder do governo, Randolfe Rodrigues garantiu que a solução para o impasse em torno do tema será anunciada nesta semana.

O dólar à vista fechou em alta de 0,14%, a R$ 4,9384, após oscilar entre R$ 4,9225 e R$ 4,9469. Às 17h01, o dólar futuro para março subia 0,25%, a R$ 4,9410.

Lá fora, o índice DXY recuava 0,06%, para 104,012 pontos. O euro subia 0,07%, a US$ 1,0816. E a libra ganhava 0,07%, a US$ 1,2631.

Data Compra Venda Variação Variação
01/2/2024 4,9145 4,9151 -0,42% -0,0303
02/2/2024 4,9677 4,9683 1,08% 0,0532
05/2/2024 4,9816 4,9817 0,27% 0,0666
06/2/2024 4,962 4,9626 -0,38% -0,0191
07/2/2024 4,9678 4,9679 0,11% 0,0053
08/2/2024 4,994 4,9946 0,54% 0,0267
09/2/2024 4,9602 4,9608 0,68% -0,0338
14/2/2024 4,971 4,9716 0,22% 0,0108
15/2/2024 4,9679 4,968 -0,07% 0,0072
16/2/2024 4,9655 4,9661 -0,04% -0,0055
19/2/2024 4,9607 4,9618 -0,09% -0,0062
20/2/2024 4,9314 4,932 -0,6% -0,0341
21/2/2024 4,9378 4,9384 0,13% 0,0064

💵 Está pensando em viajar? Faça a conversão de moedas gratuitamente!

🇧🇷 – US$ 1 = R$ 4,93

🇪🇺 – US$ 1 = €$ 0,92

🇬🇧 – US$ 1 = £$ 0,79

Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

(Com informações da Reuters, BDM Online e Uol)

Deixe um comentário