ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Mercados mundiais abrem a semana de olho na decisão do Federal Reserve dos EUA na quarta-feira

LinkedIn

Bem-vindo à sua leitura matinal de três minutos de como os mercados estão reagindo ao redor do mundo nesta manhã.

ÁSIA: Os mercados da Ásia fecharam em alta nesta segunda-feira, com as ações da China ampliando os ganhos depois que dados mostraram que sua economia iniciou o ano com força.

O Nikkei do Japão fechou em alta de 2,53%, em 39.716,50 pontos. Uma pesquisa da Reuters indica que o Banco do Japão deve abandonar a sua política de taxas de juros negativas e aumente a sua taxa de referência de -0,1% para 0%, na ocasião do núncio de sua decisão na terça-feira.

Na Austrália, o S&P/ASX 200 fechou 0,07% mais alto, em 7.675,80 pontos, com cinco dos 11 principais setores negociando no vermelho. Espera-se que o Banco Central da Austrália mantenha a sua taxa monetária estável em 4,35% quando concluir a sua reunião na terça-feira. O setor financeiro, altamente ponderado, foi o setor mais forte, com CBA subindo 0,8%, NAB adicionando 0,7%, Westpac ganhando 0,5% e ANZ subindo 0,6%. As mineradoras ajudaram a limitar as perdas do benchmark. As produtoras de níquel e lítio IGO e South32 subiram 3,4% e 4,7%. Os pesos-pesados do minério de ferro BHP e Rio Tinto subiram 0,1% e 0,5%, respectivamente, enquanto a Fortescue Metals caiu 1%.

Na China continental, o índice CSI 300, que agrupa as maiores empresas listadas em Shanghai e Shenzhen, fechou em alta de 0,94%, em 3.603,53 pontos, encerrando sua sexta sessão consecutiva em território positivo. Os dados mostraram que as vendas no varejo e a produção industrial na China aumentaram mais do que o esperado nos primeiros dois meses do ano. A taxa de desemprego nas cidades foi de 5,3% em fevereiro.

O índice Hang Seng de Hong Kong subiu 0,1%, em 16.737,12 pontos, após abrir em baixa de quase 0,3%.

O Kospi da Coreia do Sul terminou 0,72% mais alto, em 2.685,84 pontos, depois de registrar uma perda de quase 2% na sexta-feira.

EUROPA: Os mercados europeus operam em alta no início da semana de negociações que se inicia, com os investidores globais aguardando a próxima reunião do Federal Reserve dos EUA, enquanto espera-se que o Banco de Inglaterra deverá manter as taxas inalteradas em 5,25%.

O pan-europeu Stoxx 600 abriu estável e opera em alta de 0,3% no final da sessão matinal, com setores negociando em território misto.

O alemão DAX 30 sobe 0,5% e o francês CAC 40 avança 0,2%.

Em Londres, o FTSE 100 sobe 0,2%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American cai 0,5%, Antofagasta recua 1,5%, enquanto as gigantes BHP e Rio Tinto sobem 1,2% e 0,8%, respectivamente. A petrolífera BP sobe 1%.

EUA: Os futuros dos índices de ações avanãm na manhã de segunda-feira, enquanto Wall Street aguarda a orientação sobre a política monetária do Federal Reserve nesta semana.

As preocupações com a inflação pressionaram as ações nos últimos dias, com o S&P 500 registrando uma seqüência de duas semanas de quedas. O Dow e o Nasdaq também registraram perda semanal.

As leituras da inflação em fevereiro na semana passada mais quente do que o esperado frustrou as ações e gerou ansiedade de que o banco central possa ser parcial em relação a taxas de juros mais altas por mais tempo antes de sua reunião de política que começará na terça-feira e cuja decisão sobre taxas de juros e orientação de política monetária está marcada para quarta-feira. Os mercados esperam amplamente que o banco central forneça pistas sobre as suas expectativas em relação à política monetária, incluindo quando as taxas poderão ser cortadas e quantos cortes de taxas provavelmente ocorrerão este ano. A reunião do Fed pode determinar a direção do mercado, especialmente se o banco central indicar que as taxas de juros precisam permanecer estáveis por mais tempo.

Autoridades do Fed vem afirmando repetidamente que a tomada de decisões relativas às taxas de juros dependeria dos dados econômicos e que ainda procuravam mais provas de que a inflação está diminuindo.

De acordo com a ferramenta CME FedWatch, os futuros dos fundos do Fed estão atualmente precificando uma probabilidade de 99% de que o Fed mantenha as taxas de juros de referência inalteradas esta semana, no entanto, a expectativa de um corte em junho caiu nos últimos dias para cerca de 55%.

Espera-se os dados mais recentes sobre licenças de construção e início de habitação nesta semana.

Na quarta e quinta-feira, os investidores também examinarão os resultados trimestrais da fabricante de chips Micron Technology e gigante de logística FedEx.

CRIPTOMOEDAS:
Bitcoin: +2,34% em US $ 67.770,3
Ethereum: +0,77% em US $ 3.567,75

ÍNDICES FUTUROS – 7h30:
Dow: -0,03%
S&P 500: +0,39%
NASDAQ: +0,75%

COMMODITIES:
MinFe: +0,94%
Bent: +0,68%
WTI: +0,79%
Soja: -0,20%
Ouro: -0,09%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.

Deixe um comentário