A Azevedo e Travassos informou que os Bônus de Subscrição, foram creditados aos seus subscritores e estarão disponíveis para negociação na B3, sob o código de negociação “AZEV11”, a partir do dia 24 de outubro de 2022 (inclusive), bem como reiterar, unicamente para fins de esclarecimento, as características dos Bônus de Subscrição.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:AZEV3) (BOV:AZEV4) nesta quarta-feira (19).

Como vantagem adicional aos acionistas subscritores do aumento do capital social da Companhia homologado em reunião do conselho de administração foram emitidos 7.576.823 bônus de subscrição, em uma única série. Cada conjunto de 3 ações, sejam ordinárias ou preferenciais, subscritas no Aumento de Capital deu direito a 1 Bônus de Subscrição, sendo as frações de Bônus de Subscrição desprezadas.

Cada Bônus de Subscrição dará ao seu titular o direito de subscrever 1 ação ordinária e 2 ações preferenciais da Companhia de forma indissociável, resultando em uma potencial emissão de até 22.730.469 ações, sendo 7.576.823 ações ordinárias e 15.153.646 ações preferenciais, caso a totalidade dos Bônus de Subscrição seja exercida.

Os Bônus de Subscrição não possuem valor de emissão, uma vez que foram atribuídos como vantagem adicional aos subscritores das ações emitidas no Aumento de Capital.

O preço de exercício de cada Bônus de Subscrição será de R$ 10,51, o qual foi fixado levando-se em consideração o preço correspondente à 115% da somatória dos custos de integralização de 1 nova ação ordinária e 2 novas ações preferenciais a serem então subscritas em função do exercício de cada Bônus de Subscrição.

O preço de exercício corresponde ao preço de integralização por cada 1 nova ação ordinária e 2 novas ações preferenciais que compõem o Bônus de Subscrição, sem diluição injustificada da participação dos atuais acionistas, tendo sido utilizado como o mesmo preço de emissão de cada ação correspondente no âmbito do Aumento de Capital, acrescido de 15% de reajuste, atualização para correspondente no período, considerando a taxa de juros atual e expectativa de valorização da ação.

Cada um dos Bônus de Subscrição poderá ser exercido por seu titular no período compreendido entre 02 de junho de 2023 e 30 de junho de 2023 (inclusive); ou (b) no período compreendido entre 31 de maio de 2024 e 28 de junho de 2024 (inclusive).

Os Bônus de Subscrição que não forem exercidos durante o Primeiro Período de Exercício ou Segundo Período de Exercício, perderão sua eficácia e serão extintos de pleno direito após o decurso do Segundo Período de Exercício, automaticamente, sem a necessidade de qualquer formalidade adicional.

O exercício e integralização de cada Bônus de Subscrição resultará na emissão e entrega ao seu titular de 1 ação ordinária e 2 ações preferenciais da Companhia.

As ações ordinárias e ações preferenciais emitidas em decorrência do exercício de Bônus de Subscrição serão em tudo idênticas às ações ordinárias e ações preferenciais já existentes e participarão de forma integral em quaisquer dividendos e/ou juros sobre capital próprio que vierem a ser declarados após a homologação do respectivo aumento de capital decorrente de cada exercício dos Bônus de Subscrição.

Os Bônus de Subscrição, enquanto não exercidos, não farão jus a quaisquer direitos conferidos pelas ações aos acionistas.

AZEVEDO ON (BOV:AZEV3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2023 até Fev 2023 Click aqui para mais gráficos AZEVEDO ON.
AZEVEDO ON (BOV:AZEV3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Fev 2022 até Fev 2023 Click aqui para mais gráficos AZEVEDO ON.