O banco Citi iniciou a cobertura da empresa Irani, que é a terceira maior produtora de papel e embalagens no Brasil. Eles atribuíram uma recomendação de compra para as ações da empresa e estabeleceram um preço-alvo de R$ 14 por ação, indicando um potencial de valorização de 24% em relação ao fechamento do mercado na sexta-feira (1).

Os analistas acreditam que as tendências estruturais continuam favorecendo o desempenho superior desse setor em relação à economia doméstica no médio prazo. Isso se deve ao crescimento do comércio eletrônico, ao aumento da conscientização sobre sustentabilidade (como a transição de plástico para fibras), ao baixo consumo per capita e à fragmentação dos mercados, que devem continuar impulsionando a demanda no Brasil a longo prazo.

Apesar do recente desempenho positivo, os analistas veem um potencial adicional de valorização para as ações da Irani (BOV:RANI3), pois a empresa ainda é considerada atrativa em termos de avaliação e os resultados da Plataforma Gaia da empresa começarão a se refletir nos preços nos próximos anos. Esta plataforma foi dividida em dez frentes, sendo que as mais relevantes já foram fisicamente concluídas e agora estão sendo implementadas.

O Citi destaca a posição vantajosa da Irani no mercado doméstico devido à sua produção integrada de papel de fibra longa e papel reciclado para papel kraft, bem como sua conversão para embalagens de papelão ondulado. Cerca de 36% das receitas vêm do papel para embalagens, 57% das embalagens de papelão ondulado e o restante de resinas.

A empresa tem uma base diversificada de clientes em ambos os segmentos, com um foco de nicho no primeiro e uma exposição maior ao segmento de alimentos no segundo, o que proporciona resiliência em volumes mesmo em ciclos econômicos adversos.

Em relação à avaliação, o Citi explica que o preço por ação foi determinado com base em uma combinação de Fluxo de Caixa Descontado (DCF) e múltiplo alvo. O DCF utiliza uma taxa de desconto de 12%, enquanto o múltiplo alvo é de 8,0 vezes o Valor da Firma (EV)/Ebitda estimado para o próximo ano. Atualmente, as ações da Irani estão sendo negociadas a 6,9 vezes o EV/Ebitda estimado para o próximo ano e a 6,4 vezes para 2024.

Em termos de ESG (Ambiental, Social e Governança), a Irani tem um forte apelo por ser carbono negativo em sua base florestal, com 45% dedicados à preservação, e cerca de 75% de suas entradas de fibra provenientes de materiais reciclados (OCC). A empresa também está caminhando para ser 100% autossuficiente em energia renovável até 2025, com o aumento da geração de energia previsto para o próximo ano com a implementação da Gaia I.

Apesar dos desafios recentes no mercado de embalagens de papelão ondulado no Brasil, o Citi espera um segundo semestre de 2023 ainda desafiador, mas uma perspectiva mais positiva para o próximo ano, devido a uma atividade doméstica mais forte do que o esperado, bem como melhorias nos mercados internacionais de embalagens. A Irani conseguiu manter suas margens nos últimos trimestres, mesmo diante do ambiente mais difícil para as receitas.

CELULOSE IRANI ON (BOV:RANI3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Abr 2024 até Mai 2024 Click aqui para mais gráficos CELULOSE IRANI ON.
CELULOSE IRANI ON (BOV:RANI3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Mai 2023 até Mai 2024 Click aqui para mais gráficos CELULOSE IRANI ON.