A XP atualizou estimativas para a Randoncorp (BOV:RAPT4), considerando a companhia uma das “top picks” para 2024. Para Fras-le (BOV:FRAS3), a revisão foi negativa e levou ao rebaixamento do papel para “Neutro”, com preço-alvo estabelecido em R$ 18,00 por ação.

A Randoncorp tem a boa análise sustentada por três fatores. As expectativas de recuperação do mercado de veículos pesados no Brasil é o primeiro ponto da tese de investimento da XP, que considerou 2023 como um ano desafiador para a produção e vendas de veículos pesados no Brasil.

O setor deve recuperar entre 10 e 20% seus volumes de vendas em 2024, após o baque causado pela transição Euro VI após a legislação que regulamenta emissões. Para trailers, os volumes de vendas foram menos afetadas no ano e deverão seguir estáveis.

A previsão da XP é que, para trailers, o crescimento de receitas domésticas deverá ser de 6%, com volumes estáveis enquanto para autopeças, o avanço esperado é de 19%, com aumento de 14% nos volumes.

“Por outro lado, esperamos uma perspectiva do mercado de reposição menos favorável (e anticíclica), com ventos contrários de demanda potencial e competitividade mais feroz possivelmente impactando os níveis de rentabilidade”, aponta.

A XP também destacou a trajetória de juros no Brasil, que deve favorecer ainda mais o setor com as quedas previstas para 2024.

Além disso, o novo contrato da Suspensys para produção de eixos dianteiros garante mais conforto para o crescimento da receita, de acordo com a análise. O acordo motivou também o ajuste das estimativas para o nome, com previsão de lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) em 17% acima do consenso, considerando ainda mais espaço par revisões para cima.

“Vemos com bons olhos a entrada da Randon em um novo segmento de autopeças, começando com uma participação de mercado relevante, ao mesmo tempo em que o movimento proporciona conforto em relação ao crescimento de receita a partir de 2025”, considera a XP.

Ambiente desfavorável para Fras-le
Para a XP, a performance forte do papel, que subiu 79% desde a última revisão em maio de 2023, unida aos sólidos resultados apresentados em 2023 não são o suficiente para manutenção da recomendação de compra.

A expectativa para 2024 é que o ambiente se torne ligeiramente desfavorável, considerando a normalização do mercado e as potenciais pressões de preço. Na análise da XP, isso faria com que a rentabilidade se normalizasse também, em patamares mais baixos, e que a competitividade também fosse um fator para avaliação mais negativa do nome.

Além disso, o nome negocia a 10,6 vezes o preço sobre o lucro (P/L), muito próximo à média histórica apresentada pela Fras-le, de 11,1x. A XP destaca, no entanto, que o momento é de desaceleração no lucro e que, pela liquidez das ações, há limitação para reavaliação dos múltiplos no curto prazo.

Os papéis da Randoncorp encerrou o dia em queda ontem, com variação negativa de 0,57%, cotada a R$ 12,89 enquanto a Fras-le subiu 0,8%, cotada a R$ 17,11.

Informações Infomoney
RANDON PART PN (BOV:RAPT4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Abr 2024 até Mai 2024 Click aqui para mais gráficos RANDON PART PN.
RANDON PART PN (BOV:RAPT4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Mai 2023 até Mai 2024 Click aqui para mais gráficos RANDON PART PN.