Analistas do Goldman Sachs revisaram recomendações de ações e estimativas em empresas do setor de infraestrutura e indústria diversificada no Brasil para contabilizar alguns movimentos de mercado, conforme relatório enviado a clientes no final da terça-feira, assinado por Bruno Amorim e equipe.

Entre as mudanças, os analistas cortaram a recomendação de WEG (BOV:WEGE3) para “venda”, mas o preço-alvo passou de R$ 38,80 para R$ 40; e de CCR (BOV:CCRO3) para “neutra”, com o preço-alvo caindo de R$ 15,30 para R$ 13,60. Ecorodovias (BOV:ECOR3) seguiu com “neutra”, mas o preço passou de R$ 9,70 para R$ 8,30.

A Localiza (BOV:RENT3), por sua vez, teve a classificação elevada para “compra”, embora o preço-alvo tenha sido reduzido de R$ 60,10 para R$ 59,20. Já Rumo (BOV:RAIL3) também teve um “upgrade” para “compra” e analistas ainda elevaram o preço-alvo de R$ 24,50 para R$ 25,50.

A equipe explicou que, agora, procura posicionar-se em nomes que viram as expectativas de lucros recuar, o que eles avaliam que limita a margem para revisões em baixa, bem como em ações de empresas que tiveram um desempenho pior do que a média à luz do aumento das taxas de juros.

Também buscaram papéis que oferecem um “valuation” atrativo, mesmo considerando os recentes níveis de taxas livres de risco no Brasil.

“Notamos também visão mais pessimista da nossa equipe global de commodities em relação aos preços do petróleo, enquanto as ações petrolíferas têm sido geralmente utilizadas como cobertura contra a inflação e juros mais altos – o que justifica que investidores adicionem exposição a mais ações nacionais.”

Amorim e equipe também ressaltam que, do ponto de vista latino-americano, observam que o resultado das eleições mexicanas poderá eventualmente resultar em investidores dispostos a aumentar a exposição ao Brasil.

Dentro da cobertura de infraestrutura e indústria do banco, eles afirmam que a Localiza apresentou o pior desempenho (-33% no ano, versus -9% do Ibovespa), refletindo o aumento das taxas de juros juntamente com uma perspectiva mais desafiadora para o mercado de carros usados, reduzindo as expectativas de lucros.

Por outro lado, avaliam que WEG teve um desempenho superior (+2% no acumulado do ano), possivelmente refletindo o status da empresa de um nome macro resiliente – dadas as suas operações no exterior, baixa alavancagem e altos retornos.

Informações Reuters
WEG ON (BOV:WEGE3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jun 2024 até Jul 2024 Click aqui para mais gráficos WEG ON.
WEG ON (BOV:WEGE3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jul 2023 até Jul 2024 Click aqui para mais gráficos WEG ON.