Custos com materiais, equipamentos e serviços puxam alta do INCC-M em Setembro de 2015

LinkedIn

São Paulo, 25 de Setembro de 2015 – O Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado (INCC-M) registrou variação mensal de 0,22% no nono mês do ano. A valorização foi puxada, principalmente, pela alta no custo de materiais, equipamentos e serviços.

Os itens que mais exerceram pressão de alta sobre o INCC-M em setembro foram: elevador, que subiu 1,01% em agosto e 3,84% em setembro (diferença de variação de +2,83%); projetos, que subiu 1,31% em agosto e 2,00% em setembro (diferença de variação de +0,69%); refeição pronta no local de trabalho, que subiu 0,87% em agosto e 1,32% em setembro (diferença de variação de +0,45%); tijolo/telha cerâmica, que subiu 0,51% em agosto e 0,62% em setembro (diferença de variação de +0,11%); e metais para instalações hidráulicas, que subiu 0,39% em agosto e 0,57% em setembro (diferença de variação de +0,18%).

Por sua vez, os itens que mais contribuíram para que a valorização do INCC-M em setembro de 2015 não fosse ainda maior foram: massa de concreto que em setembro de 2015 caiu -0,15% e em agosto de 2015 ficou em -0,69% (diferença de variação de +0,54%); vergalhões e arames de aço ao carbono,  que caiu -0,10% em agosto e -1,96% em setembro (diferença de variação de -1,86%); cimento portland comum que caiu -0,99% em agosto e -0,50% em setembro (diferença de variação de +0,49%); aluguel de máquinas e equipamentos, que caiu -0,24% em agosto e -0,16% em setembro (diferença de variação de -0,08%); e placas cerâmicas para revestimento, que subiu 0,18% em agosto e caiu -0,38% em setembro (diferença de variação de -0,56%).

O INCC-M é calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), com base nos preços de materiais, equipamentos, serviços e mão de obra utilizados no setor de construção civil, coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

Notícias relacionadas

INCC-M registra variação de 0,22% em Setembro de 2015

INCC-M fecha Setembro de 2015 em alta e acumula valorização de 7,19% nos últimos 12 meses

Custos com materiais, equipamentos e serviços puxam alta do INCC-M em Setembro de 2015

São Paulo foi a cidade que registrou a maior alta nos custos da construção civil em Setembro de 2015

Deixe um comentário