Ações NATU3 da Natura foram os principais destaques positivos do Ibovespa em Março de 2017

LinkedIn

Das cinquenta e oito ações que participaram da composição do Ibovespa ao longo de Março de 2017, vinte e três registraram valorização mensal. Confira abaixo a tabela comparativa entre os valores de fechamento das ações que participam da composição do Ibovespa em 31 de Março e 24 de Fevereiro de 2017.

A composição do Ibovespa é revisada a cada quatro meses. Para o período entre Janeiro e Abril de 2017 foram feitas quatro alterações na composição do indicador em relação ao quadrimestre anterior. As ações preferenciais da Cesp (CESP6) foram removidas da composição do índice. Por outro lado, as ações ordinárias da Eletrobras (ELET3) e da Engie Brasil Energia (EGIE3) passaram a participar da composição do Ibovespa. Por fim, o código de negociação da empresa Runo mudou, passando de RUMO3 para RAIL3.

As ações ordinárias da Natura lideraram as altas do período, com avanço de 13,23%. Foram seguidas por Ultrapar ON (BOV:UGPA3) (9,51%), Lojas Renner ON (8,81%) e Fibria ON (8,62%) e Localiza ON (BOV:RENT3) (8,15%).

Na ponta negativa, as piores quedas do índice no segundo mês do ano foram registradas por CSN ON (-23,96%), Eletrobras ON (-20,43%), Banco Santander UNT (-19,53%), Gerdau PN (-15,91%) e Met Gerdau PN (-15,53%).

Das 58 ações de empresas que compõem o principal índice de ações do país, 25 acumularam desvalorização em Março.

Clique aqui e saiba mais detalhes sobre o desempenho do Ibovespa em março de 2017.

 

O Ibovespa em Março de 2017

O Ibovespa caiu 2,52% em Março de 2017, fechando cotado em 64.984,07 pontos. Ao longo do mês, a cotação do principal índice do mercado acionário brasileiro oscilou entre 62.496,17 pontos (valor mínimo registrado no pregão de 22 de Março de 2017) e 67.397,88 pontos (valor máximo registrado no pregão de 01 de Março de 2017).

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.