IBGE: Prévia da inflação de Maio de 2017 medida pelo IPCA-15 registra alta de 0,24%

LinkedIn

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) do mês de maio de 2017 apresentou oscilação mensal de 0,24%. Essa taxa mensal é 0,03% maior que a valorização registrada no mês anterior (0,21%) e 0,62% menor que a aferida em maio de 2016 (0,86%).

No mês de maio, foram os remédios, cujos preços subiram 2,08%, que tomaram a dianteira na relação dos principais impactos no IPCA-15, com 0,07 ponto percentual. Este comportamento decorre do reajuste anual que passou a valer a partir de 31 de março, variando entre 1,36% e 4,76%, conforme o tipo de medicamento, resultando em alta de 2,96% quando considerados tanto abril (0,86%) quanto maio (2,08%).

Com isso, pelo segundo mês consecutivo, Saúde e Cuidados Pessoais (0,84%) apresentou a mais elevada variação de grupo, seguido dos artigos de Vestuário (0,74%).

O IPCA-15 é um índice de inflação calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e se refere às famílias com rendimento monetário mensal de 01 (um) a 40 (quarenta) salários mínimos.

A coleta de preços é realizada em estabelecimentos comerciais, prestadores de serviços, domicílios e concessionárias de serviços públicos, abrangendo as 13 (treze) principais regiões metropolitanas do país: Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Brasília e Goiânia.

O IPCA-15 também é conhecido como a prévia da inflação oficial brasileira, que por sua vez, é medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Sua metodologia é a mesma do IPCA, a diferença está apenas no período de coleta dos preços e na abrangência geográfica.

Para o cálculo do IPCA-15, os preços foram coletados no período de 13 de abril a 15 de maio de 2017 (referência) e comparados com aqueles vigentes de 15 de março a 12 de abril de 2017 (base).

Clique aqui e saiba mais detalhes sobre o IPCA-15 de maio de 2017.

 

Variação Mensal do IPCA-15

 

  RJ          RS          MG          PE          SP          DF
Índice Geral 0,20 0,27 0,18 0,65 0,38 0,16
Alimentação e Bebidas 0,68 0,17 0,55 0,44 0,90 -0,01
Artigos de Residência -0,35 0,21 0,38 -0,25 -0,05 0,14
Comunicação -0,60 -0,08 0,38 1,09 -0,03 0,76
Despesas Pessoais 0,09 0,05 0,24 0,25 0,44 0,29
Educação 0,07 0,17 0,01 0,05 0,11 0,00
Habitação 0,31 -0,17 -0,28 1,78 0,15 0,25
Saúde e Cuidados Pessoais 0,70 0,71 0,53 0,51 1,06 1,02
Transportes -0,59 0,62 -0,38 0,88 -0,63 -0,47
Vestuário 0,43 0,63 0,70 0,39 1,50 0,50
           PA CE          BA          PR          GO          BR
Índice Geral -0,04 0,24 0,02 0,21 -0,22 0,24
Alimentação e Bebidas -0,07 -0,22 0,03 0,08 -0,29 0,42
Artigos de Residência -0,56 -0,33 0,41 0,33 -0,12 0,02
Comunicação 1,35 1,44 0,44 0,35 0,23 0,19
Despesas Pessoais 0,47 0,48 0,03 0,11 0,22 0,27
Educação 0,08 -0,10 -0,18 -0,14 0,16 0,05
Habitação -0,66 -0,29 0,48 0,08 0,18 0,15
Saúde e Cuidados Pessoais 0,58 0,26 0,94 1,29 0,62 0,84
Transportes -0,43 1,28 -0,89 -0,41 -1,36 -0,40
Vestuário -0,02 0,90 -0,38 0,99 -0,05 0,74

 

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.