De olho na votação na Câmara, Ibovespa subiu pelo quinto pregão seguido nesta quarta-feira

LinkedIn

O principal índice de ações da Bovespa fechou em forte alta nesta quarta-feira, ultrapassando o patamar de 67 mil pontos, no dia em que a Câmara dos Deputados vota a admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer e após ganhos recentes que levaram à recuperação dos 66 mil pontos na véspera.

Ibovespa Hoje

O Ibovespa fechou em alta de 0,93% nesta quarta-feira, 02 de agosto de 2017, cotado em 67.139,99.

É o quinto avanço seguido do indicador, que havia subido 0,90% na terça-feira, e o maior nível de pontuação desde 17 de maio (67.540,25).

Ibovespa em Agosto

Em agosto, após apenas dois pregões, o principal índice de ações brasileiro acumulou uma valorização de 1,85%. Ao longo do mês, foi realizado dois pregões de alta contra nenhum de baixa. No pregão do dia 31 de julho, o indicador encerrou cotado em 65.920,36 pontos.

Ibovespa em 2017

Em 2017, após cento e quarenta e seis pregões, o Ibovespa acumulou uma valorização de 11,48%. No último pregão de 2016, o principal índice acionário do país fechou cotado em 60.227,29 pontos. Ao longo do ano, foram registrados sessenta e cinco pregões de baixa contra oitenta e um de alta.

Cenário Interno

A sessão da Câmara já teve início, mas a votação só começará com a presença de 342 deputados em plenário, mesmo número de votos favoráveis à denúncia necessários para a Câmara autorizar o Supremo Tribunal Federal (STF) a julgar a acusação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra Temer.

O presidente Temer exonerou ministros para garantir quórum para a votação.

O mercado está interessado sobretudo na possibilidade do andamento da reforma da Previdência, essencial para ajudar no ajuste das contas públicas.

 

Deixe um comentário