Exchange de criptomoedas japonesa lidera estudo nacional sobre pagamentos digitais

LinkedIn

A exchange DeCurret está liderando os três maiores bancos do Japão em um novo grupo de estudo para o desenvolvimento de uma infraestrutura nacional de liquidação digital.

Sob a supervisão do banco central e do órgão de controle financeiro do país – a Agência de Serviços Financeiros (FSA) – a DeCurret disse em 3 de junho que o grupo procuraria definir uma “direção para a realização de valiosas moedas digitais no Japão”.

O grupo será presidido pelo ex-chefe do Departamento de Sistemas de Pagamentos e Liquidação do Banco do Japão, Hiromi Yamaoka.

Os participantes incluem os principais bancos do Japão – MUFG Bank, Mizuho Bank e Sumitomo Mitsui Banking Corporation -, bem como a East Japan Railway e outras empresas não financeiras.

Formando um consenso sobre o futuro dos pagamentos digitais no Japão

Como pano de fundo do projeto, a Decurret aponta para as crescentes expectativas sobre a eficiência e o potencial dos acordos de moeda digital e o interesse em tecnologia blockchain por empresas e alguns bancos centrais internacionais.

No entanto, a exchange identifica preocupações sobre proteção da privacidade, prevenção de crimes e riscos de tecnologia que ainda exigem soluções direcionadas. Os principais objetivos do grupo serão, portanto:

“Discutir os desafios e as soluções relacionadas às moedas digitais e à infraestrutura de liquidação digital, para encontrar um consenso em relação à sua realização e apresentar uma orientação para a padronização de serviços e infraestrutura.”

O grupo deve se reunir uma ou duas vezes por mês entre junho e setembro de 2020 e apresentará um relatório descrevendo suas conclusões no final do período.

Sua agenda de pesquisa incluirá estudos de caso de acordos e moedas digitais existentes no Japão e no exterior, bem como análises de aplicações existentes e futuras da blockchain em transações e infra-estruturas de liquidação.

Juntamente com a FSA e o banco central, as atividades do grupo serão observadas pelo Ministério de Assuntos Internos e Comunicações do Japão, Ministério das Finanças e Ministério da Economia, Comércio e Indústria.

Detalhes dos primeiros planos do grupo já estão sendo relatados

A Nikkei Asian Review informou ainda que os três maiores bancos envolvidos no grupo de estudo da Decurret estão tentando vincular suas moedas digitais ao cartão de transporte Suica da East Japan Railway, como parte da iniciativa de pagamentos digitais da Decurret. Até o momento, 80 milhões de cartões foram emitidos, mas atualmente não podem ser vinculados a contas bancárias.

Por Marie Huillet

Deixe um comentário