Sanepar fecha convênio com Itaipu para implantação de novos sistemas de coleta e tratamento de esgoto

LinkedIn

A Sanepar fechou convênio com a usina de Itaipu e a Fundação Parque Tecnológico Itaipu Brasil.

O comunicado foi feito pela companhia de água e esgoto do Paraná (BOV:SAPR3) (BOV:SAPR4) (BOV:SAPR11). Confira o comunicado na íntegra. 

“Haverá também a implantação de novos sistemas de coleta e tratamento de esgoto nos municípios de Missal, Ramilândia e Serranópolis do Iguaçu.”

O acordo prevê participação financeira de R$ 41,5 milhões pela Sanepar, R$ 32,6 milhões por Itaipu e R$ 362 mil pela fundação. Segundo a Sanepar, o convênio inclui o projeto de ampliação, modernização e otimização dos sistemas de esgoto nos municípios de Medianeira, Itaipulândia e Santa Helena, e implantação de novos sistemas de coleta e tratamento em Missal, Ramilândia e Serranópolis do Iguaçu, todos no Paraná.

“Além de corroborar com o planejamento estratégico e com a Política de Desenvolvimento e Inovação da Companhia, a cooperação atenderá à universalização dos serviços de coleta e tratamento de esgoto, além de contribuir para a qualidade da água do lago de Itaipu, local onde a Sanepar realiza captação de água”, acrescenta a empresa.

Lucro líquido de R$ 164,5 milhões, queda de 33% com receita menor

Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) encerrou o terceiro trimestre de 2020 com um lucro líquido de R$ 164,58 milhões, uma queda de 33% em relação aos R$ 243,64 milhões do mesmo período de 2019. O resultado teve impacto da combinação de queda de receita e alta de 10% nos custos e despesas operacionais.

Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – caiu 19%, para R$ 392,2 milhões, com a margem recuando de 41% para 33,6%.

Deixe um comentário