ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for charts Cadastre-se para gráficos em tempo real, ferramentas de análise e preços.

FDA aprova LYNPARZA da AstraZeneca e Merck

LinkedIn

A AstraZeneca (NASDAQ:AZN) e Merck (NYSE:MRK) anunciaram que a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA aprovou LYNPARZA para o tratamento adjuvante de pacientes adultos com mutação BRCA germinativa (gBRCAm), receptor 2 do fator de crescimento epidérmico humano (HER2) – câncer de mama inicial de alto risco negativo. Esses pacientes incluem indivíduos que foram submetidos a quimioterapia neoadjuvante ou adjuvante.

Especificamente, ambas as empresas farmacêuticas são conhecidas como MSD fora dos EUA e Canadá.

De acordo com o comunicado da Merck, o LYNPARZA é o primeiro “inibidor de PARP do tipo e o primeiro tratamento direcionado para explorar potencialmente as deficiências da via de resposta a danos no DNA (DDR), como mutações BRCA, para matar preferencialmente células cancerígenas”.

Dados de suporte

A aprovação do regulador seguiu os resultados do estudo Fase 3 OlympiA, que foi projetado para avaliar a eficácia e segurança de LYNPARZA versus placebo. Demonstrou o perfil de segurança e tolerabilidade em linha com os ensaios clínicos anteriores.

Estima-se que o câncer de mama, o câncer mais comum diagnosticado globalmente, tenha 2,3 milhões de pacientes em 2020. Significativamente, os pacientes com câncer de mama nos EUA são diagnosticados em estágio inicial em 91% das vezes, com mutações BRCA germinativas detectadas em cerca de 5% – 10% de todos os casos.

Comentários  e Status

Atingindo o marco, o CMO da Merck Research Laboratories, Roy Baynes, disse: “Comparado ao placebo, LYNPARZA como tratamento adjuvante oferece a esses pacientes o potencial de viver mais tempo sem a recorrência do câncer”.

LYNPARZA é aprovado nos EUA, União Européia, Japão, Brasil e vários outros países. Notavelmente, na UE e no Japão, a aprovação também inclui pacientes com câncer de mama localmente avançado.

Consenso de Wall Street

Recentemente, o analista do Credit Suisse, Lorenzo Biasio, manteve uma classificação de compra na MRK e um preço-alvo de US$ 87. Isso indica um potencial de alta de 12,16% em relação ao preço de fechamento de sexta-feira de US$ 77,57 por ação.

No geral, Wall Street está cautelosamente otimista em relação à ação, que tem uma classificação de consenso de compra moderada (moderate buy) com base em oito Buy e quatro Hold. O preço-alvo médio da MRK é de US$ 90,42 e implica um potencial de alta de 16,57% em relação aos níveis atuais. As ações subiram 9,62% no ano passado.

A AstraZeneca e a Merck também são negociadas na B3 através do ticker (BOV:A1ZN34) e (BOV:MRCK34), respectivamente.

Com informações de TipRanks

Deixe um comentário