ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Ibovespa fechou em baixa de 0,29%, por realização de lucros

LinkedIn

O Ibovespa encerrou em baixa nesta quarta-feira, após ultrapassar os 127 mil pontos pela primeira vez desde 2021. O movimento de queda foi impulsionado por realização de lucros, mas o índice ainda está a caminho do melhor desempenho mensal em três anos, apoiado na expectativa de que o Federal Reserve encerrou o ciclo de alta de juros nos Estados Unidos.

O Índice Bovespa (Ibovespa), que reflete o desempenho médio das cotações das principais ações de empresas negociadas na BM&FBOVESPA, é formado pelas ações com maior volume negociado nos últimos meses.

O índice de referência do mercado acionário brasileiro, Ibovespa, registrou uma queda de 0,29%, atingindo 126.165,64 pontos. Embora tenha alcançado a marca de 127.388,15 pontos durante o dia, o maior patamar intradia desde 16 de julho de 2021, a realização de lucros contribuiu para a retração. O volume financeiro antes dos ajustes finais foi de R$ 20,45 bilhões.

Apesar da queda diária, o Ibovespa está a caminho de sua melhor performance mensal em três anos, com um ganho acumulado de 11,5%. Esse movimento é impulsionado, em grande parte, pelo retorno de capital estrangeiro para a bolsa, com um saldo positivo de R$ 17,4 bilhões até o dia 27.

No cenário internacional, o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos apresentou um crescimento de 5,2% no terceiro trimestre de 2023, superando as estimativas dos analistas que esperavam um aumento de 5,0%. O índice de preços do consumo (PCE) subiu 2,8%, com uma revisão ligeira para baixo de 0,1 ponto percentual. Excluindo os preços dos alimentos e da energia, o núcleo do PCE registrou um aumento de 2,3%, com uma revisão para baixo de 0,1 ponto percentual.

Os investidores começam a vislumbrar uma possível mudança na postura do Fed com um início de queda de juros, considerando esses dados econômicos.

No mercado de câmbio, o dólar à vista encerrou o dia em alta em relação ao real. A sessão foi marcada por ajustes técnicos, após uma queda superior a 3% do dólar em novembro. O avanço da moeda norte-americana também ocorreu no exterior, impulsionado por novos dados sobre a economia dos EUA. O dólar à vista fechou a quarta-feira cotado a 4,8865 reais na venda, registrando uma alta de 0,28%. Apesar desse movimento diário, o dólar acumula uma baixa de 3,06% em novembro.

O mercado acionário alemão avançou nesta quarta-feira depois que dados de inflação melhores do que o esperado na maior economia da zona do euro aumentaram as expectativas de que o Banco Central Europeu cortará as taxas de juros no próximo ano.

O índice alemão DAX subiu 1,1%, atingindo a máxima em quatro meses, depois que dados mostraram que a inflação alemã diminuiu mais do que o esperado em novembro. Os rendimentos dos títulos europeus caíram, com a taxa do referencial alemão de 10 anos caindo para o menor nível em mais de três meses de 2,4%.

Em Wall Street, o S&P 500 e o Nasdaq encerraram esta sessão com uma queda de 0,09% e 0,16%, respectivamente. Enquanto isso, o Dow Jones teve uma leve alta de 0,04%.

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/11/2023 1,69% 115.052,96 R$ 24,6 bilhões
 03/11/2023  2,70% 118.159,97 R$ 26,2 bilhões
06//11/2023 0,22%  118.431,25 R$ 18,4 bilhões
07/11/2023 0,71% 119.268,06 R$ 28,3 bilhões
08/11/2023 -0,08% 119.176,67 R$ 23,5 bilhões
09/11/2023 -0,12%  119.034,14 R$ 24,9 bilhões
10/11/2023 1,29% 120.568,14 R$ 23,6 bilhões
13/11/2023 -0,13% 120.410,17  R$ 18,9 bilhões
14/11/2023 2,29% 123.165,76 R$ 35,0 bilhões
16/11/2023 1,20% 124.639,24 R$ 34,3 bilhões
17/11/2023 0,11%  124.773,21  R$ 27,7 bilhões
20/11/2023 0,95% 125.957,06 R$ 23,2 bilhões
21/11/2023 -0,26%  125.626,03 R$ 22,6 bilhões
22/11/2023 0,33% 126.035,30 R$ 26,9 bilhões
23/11/2023 0,43% 126.575,75 R$ 14,9 bilhões
24/11/2023 -0,84%  125.517,27 R$ 17,0 bilhões
27/11/2023 0,17%  125.731,45 R$ 20,3 bilhões
28/11/2023 0,64% 126.538,32  R$ 21,9 bilhões
29/11/2023 -0,29% 126.165,64 R$ 22,3 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

MRFG3: +4,77% a R$ 10,40
LREN3: +4,14% a R$ 16,09
VBBR3: +3,48% a R$ 22,62
BRKM5: +2,25% a R$ 20,45
IGTI11: +2,54% a R$ 22,64

  • BAIXAS IBOVESPA

HAPV3: -5,12% a R$ 4,45
GOLL4: −5,16% a R$ 9,01
MRVE3: −4,64% a R$ 9,66
SOMA3: −4,37% a R$ 6,13
RADL3: −4,19% a R$ 28,33

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  1. 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    Banco do Brasil (BBAS3)

    O Banco do Brasil lança o programa Raça é Prioridade, que vai identificar funcionários pretos e pardos com perfil de liderança. O objetivo é buscar até 150 pessoas que possam ocupar funções de gerente executivo, superintendente estadual, superintendente comercial e regional, gerente de soluções e gerente de equipe na sede. Saiba mais…

    Banco Pine (PINE3/PINE4)

    A S&P Global Ratings atribuiu rating de crédito de emissor de longo prazo ‘brA-‘ na Escala Nacional Brasil ao Banco Pine. A perspectiva é estável. Saiba mais…

    Eletrobras (ELET3/ELET5/ELET6)

    A onda de calor que atingiu as regiões Sudeste e Centro-Oeste neste mês danificou ao menos 20 equipamentos em subestações de energia de Furnas, subsidiária da Eletrobras. Em dois casos, houve cortes no fornecimento de energia, segundo apurou a Folha. Saiba mais…

    Embraer (EMBR3)

    A Eve Air Mobility e a Flynas, companhia aérea de baixo custo do Oriente Médio, anunciaram a assinatura de um Memorando de Entendimento (MoU) para explorar o futuro das operações de aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical (eVTOL) na Arábia Saudita. Os parceiros estudarão a possibilidade de iniciar operações em Riad e Jeddah em 2026. Saiba mais…

    A Embraer e a SAMI, uma empresa do Fundo de Investimento Público (PIF), assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) para estabelecer uma cooperação em suas respectivas indústrias aeroespaciais, priorizando a defesa e a segurança. Saiba mais…

    Even (EVEN3)

    A Even aprovou a realização da 16ª emissão de debêntures, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, a ser convolada em espécie com garantia real, em série única, para colocação privada, da Companhia. Saiba mais…

    Equatorial (EQTL3)

    A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a revisão tarifária anual da Equatorial Piauí. A distribuidora atende cerca de 1,4 milhão de unidades consumidoras nos 224 municípios piauienses. Saiba mais…

    Infracommerce (IFCM3)

    A Infracommerce informou o resultado da Black Friday 2023, o maior evento do varejo online brasileiro. Saiba mais…

    Isa CTEEP (TRPL3/TRPL4)

    A ISA Cteep informou a entrada em operação comercial do Compensador Estático da SE João Neiva 2 da IE Itaúnas, subsidiária 100% companhia localizada nos municípios de Itaúnas e Viana, no Espírito Santo. Saiba mais…

    JBS (JBSS3)

    A JBS poderá ampliar os investimentos na produção de proteínas na Arábia Saudita. O ex-CEO Wesley Batista, um dos controladores da empresa, disse que a companhia estuda novos aportes nas operações existentes na maior economia do Oriente Médio. Saiba mais…

    Natura (NTCO3)

    A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou a aprovação, sem restrições, da venda da The Body Shop, marca da Natura&Co, para a gestora de private equity Aurelius Investment. Saiba mais…

    Petrobras (PETR3/PETR4)

    A Petrobras protocolou junto ao órgão antitruste Cade pedidos de renegociação de termos assinados entre ambas as partes durante o governo de Jair Bolsonaro que determinavam a venda pela empresa de ativos de refino de petróleo e de transporte e distribuição de gás natural. Saiba mais…

    O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, disse em uma rede social que a estatal está “avançando em parcerias com nossos colegas sauditas, para garantir que possamos trabalhar conjuntamente em projetos de segurança, acessibilidade e sustentabilidade energética”, afirmou sem dar detalhes. Saiba mais…

    Vibra Energia (VBBR3) e Eneva (ENEV3)

    A Vibra se manifestou sobre a proposta não solicitada para combinação de negócios apresentada pela Eneva no último dia 26 de novembro. Saiba mais…

    Vulcabras (VULC3)

    A Vulcabras contratou o BTG Pactual Corretora para exercer a função de formador de mercado de suas ações ordinárias na B3. Saiba mais…

    (Com informações da Forbes Money e Momento B3)

Deixe um comentário