Bitcoin (BTC)

US$ 57.570,00 325,19 (0,57%)

Mínimo
17.535,26

Últimas 52 Semanas

Máximo
69.000,00


Capitalização de Mercado

$1.087.320.163.940

Volume (24h)

$5.552.549.469

Qtade. em Circulação

18.883.643 BTC

Emissão Máxima

21.000.000 BTC

Posição

1

lapupa  28 Nov 2021 23:46
BTC. 30?? Diziam que esta era a regiao 'perigosa' e ela veio um.pouco abaixo disso 28.7/29 e voltou, fazendo um respiro na regiao dos 40/45 antes do novo topo 69... Estas novas declarações do homem Tesla sobre a custodia/corretora, pode render algum estresse... Sera?! De qualquer modo a Binance ja mostrando que é real o risco de.liquidacao .... E se homem tesla ficar "nervoso" e quiser monetizar (usd) tudo ja era!!! Enfim.. ate as cripto se mostraram "nervosas" com o corona.... Sigamos de.olho...
mpaulo_silva  28 Nov 2021 17:18
DEXs (Decentralized Exchanges): a disrupção da compra e venda de ativos DEX Com a ampla disseminação do Bitcoin e mais pessoas buscando negocia-lo, as exchanges de criptomoedas tradicionais (centralizadas), começaram a desempenhar um papel vital na correspondência entre compradores e vendedores de ativos digitais. Para muitos usuários, se limitar a investir em ativos digitais por meio de intermédio centralizado é algo que não se alinha com os princípios centrais do ecossistema. Pode não ser o seu objetivo, mas, que fique claro: boa parcela dos amantes dessa tecnologia migraram para as criptomoedas justamente pela filosofia da descentralização. Certamente a dominância das corretoras centralizadas continuariam assim por longos anos se não fosse o surgimento de uma das tecnologias mais incríveis da história: blockchain. Unindo o útil ao agradável, foi essa incongruência de filosofias, negociar ativos descentralizados de modo centralizado, que inspirou a criação de outra grande revolução por meio das blockchains: as Corretoras Descentralizadas (DEX), tema desse artigo. ">O que são DEX? Uma DEx ou uma corretora de criptomoedas descentralizada é semelhante a uma centralizada, exceto por não ter um terceiro com o qual você deva confiar. Todos os fundos nesta corretora permanecem armazenados na blockchain. Na corretora tradicional, há combinação das ofertas de compras e vendas, criando o book order e fechando acordos com formadores de mercado profissionais para obter maior liquidez. Já nesse novo sistema, isso não existe. Importante mencionar que também não há procedimentos KYC (Know Your Customer) e nenhum regulamento. O KYC é obrigatório por lei em instituições financeiras centralizadas, sendo uma estratégia em que se busca um grande conjunto de informações sobre o consumidor para analisar o risco de suas escolhas. De modo geral, como não há a necessidade de prestar contas ao governo, as DEXs agilizam o processo de negociação, eliminando várias preocupações de segurança como a mencionada anteriormente. Outro ponto importante é que elas também eliminam a necessidade de um intermediário para compensar transações. Em vez disso, elas fornecem a estrutura para a troca de ativos, usando contratos inteligentes (Smart Contract). Tecnicamente, essas corretoras criam mercados P2P (peer-to-peer ou ponto a ponto) diretamente na blockchain. Os serviços são supervisionados automaticamente pelos participantes e a segurança dos ativos é fornecida por uma tecnologia de ledger distribuído (DLT). Bem, apesar de ser de difícil o entendimento da parte técnica de sua tecnologia, as DEXs são, sem dúvidas, a abordagem mais transparente de transações até o momento, já que não é necessário confiar em terceiros para retransmitir suas ordens.Vantagens:Sem verificação de KYC ou ID: os usuários podem acessar uma DEX com facilidade e segurança sem a necessidade de criar uma conta na exchange, basta conectar uma wallet.Economia com questões AML: os protocolos não precisam alocar capital nem se preocupar com políticas anti-lavagem de dinheiro (AML).Sem risco de contraparte: como seus usuários não precisam transferir seus ativos para a corretora, há redução dos riscos de roubo e perda de fundos devido a hackers.Acessibilidade para diferentes projetos com tokens ainda não listados: torna possível não apenas fazer pedidos de criptomoedas existentes, mas também criar pedidos de moedas novas diretamente no sistema.Desvantagens:Não conversam entre si: embora continuem a evoluir e operar em cadeia cruzada com outros DApps, elas ainda, normalmente, só operam um único blockchain.Sem capacidade de recuperação: ao contrário das corretoras centralizadas, que são administradas por empresas privadas com funcionários, as DEXs fundamentalmente não apresentam a capacidade de recuperação de fundos perdidos ou roubados.Baixa liquidez: a maioria possui pool de liquidez muito menor em comparação aos sites centralizados.Usabilidade: as DEXs não são tão intuitivas ao usuário quanto as exchanges tradicionais. Além disso, muitas pessoas que já estão nesse meio dos ativos digitais ainda não estão familiarizadas com carteiras sem custódia (wallet), inviabilizando os processos de transações.Funcionalidade de negociação limitada: por serem muito recentes, a maioria das DEXs hoje existentes se concentram apenas na execução de ordens simples de compra e venda. Não há a possibilidade de escolher a cotação de um ativo ou deixar ordem pré-programada, por exemplo.O ponto que muitos usuários já familiarizados não sabem: Diferente das exchanges tradicionais, as DEXs utilizam um modelo de liquidez conhecido como AMM (Automated Market Maker) que é uma equação matemática que define os preços dos ativos negociados na plataforma a partir de um contrato inteligente, explicado acima. Como essa é uma ferramenta recente e que poucos investidores compreendem como funciona, esse modelo esconde um risco oculto que pode causar um grande prejuízo para os provedores de liquidez (pessoas que realizam farming). Esse risco é conhecido como Impermanent Loss e, basicamente, é causado em momentos de grande volatilidade do mercado, podendo fazer com que o investidor perca até 50% do lucro da sua posição na liquid pool!Como está a adoção das corretoras descentralizadas? Desde o início do ano, o mercado de finanças descentralizadas faturou cerca de $1.25 bilhão no momento em que ocorreu um dos maiores cisnes negros da história: o novo coronavírus. ">Principais Corretoras Descentralizadas: Segundo a Dune Analytics, as quatro corretoras descentralizadas com maiores volumes de transação correspondem a praticamente 90% de todo o volume negociado em DEXs atualmente. São elas: Uniswap, SushiSwap, 0x e Curve. "> Aqui cabe destaque para a Uniswap, com quase 70% de dominância no setor. A “Uni”, como é carinhosamente chamada pelos seus usuários, teve um papel importante para aumentar a popularidade das Finanças Descentralizadas (DeFi). Alguns de seus destaques são a quantidade de criptomoedas disponíveis (1.973) e pares (2.596) para swaps. Um contraponto é que, até o momento, suas negociações são feitas exclusivamente pela blockchain do Ethereum sem a possibilidade do uso de uma segunda camada. Sendo assim, as taxas podem oscilar para valores mais caros que os demais, não sendo raros os casos em que os trades cheguem a custar em torno de $50.Principais diferenças entre corretoras centralizadas e descentralizadas: "> Por fim, podemos notar que DeFi e DEXs caminham juntos. Com o crescimento do DeFi, as DEXs com base na Ethereum tiveram e terão uma valorização ainda mais significativa. De modo geral, apesar de revolucionário, cabe relembrar que esse segmento também possui diversos desafios a serem superados para se tornar um mainstream no mercado financeiro, sendo os principais, as questões ligadas ao UX (experiência do usuário) e a sua escalabilidade. https://livecoins.com.br/dexs-exchanges-descentral...
mpaulo_silva  28 Nov 2021 17:15
Elon Musk quer que você pare de usar a Binance, entenda O bilionário e CEO da Tesla, Elon Musk, não quer que você use corretoras de criptomoedas centralizadas, como a Binance ou qualquer outra. Respondendo um tuíte na sexta-feira (26), o magnata deixou claro que quer que os investidores de criptomoedas façam custódia de suas ‘chaves’ e não dependam de exchanges, citando especificamente a Binance e a Robin Hood. O chefão da Tesla passou a deixar mais claro seu ódio pela Binance depois de discutir publicamente com o CEO da empresa, CZ, após ela travar saques de Dogecoin – sua criptomoeda preferida – Musk chegou a chamar a maior corretora do mundo de “sombria.” O magnata levantou preocupações em nome dos investidores de Dogecoin em relação ao recente problema de saques de Dogecoin na Binance. A situação resultou em várias transações erradas e usuários relatando congelamento de contas. Abandone corretoras centralizadas como Binance e Robin Hood Elon Musk acredita que os investidores de criptomoedas devem manter a própria custódia de suas ‘chaves’ e abandonar as corretoras centralizadas, ele citou a Binance e a Robinhood como exemplo, mas qualquer corretora de criptomoedas centralizada se encaixa no perfil. Respondendo a um tweet de Bill Lee, Musk concordou que, até que as chaves da carteira estejam na posse do usuário, ele não deve considerar os ativos como “seus”. “O foco central da visão @MyDogeOfficial é quebrar a dependência de corretoras centralizadas CEXs, como Binance e Robinhood e deixar os investidores assumir a custódia de suas próprias moedas!” disse um usuário do Twitter citando a MyDogeWallet, um Metaverso de gateway Dogecoin que pretende eliminar a dependência de corretoras como Binance e Robinhood. Neste post, Bill Lee respondeu dizendo, “se você não tem a chave privada, as moedas não são suas.” Musk apoiou Lee com uma resposta de uma só palavra: “Exatamente”. O CEO da Tesla quer que os investidores de criptomoedas controlem suas próprias chaves privadas, em vez de permitir que uma corretora como Binance e a Robinhood cuidem disso. Isso porque os hackers geralmente visam as corretoras de criptomoedas para roubar os investidores. Por exemplo, a Robinhood teve dados violados no início deste mês por um terceiro não autorizado. DEX vs CEX A segurança das criptomoedas depende muito de qual corretora você usa. Uma exchange é um mercado onde os usuários compram, vendem e negociam criptomoedas. Existem dois tipos de corretoras, – centralizadas e descentralizadas – mas ambas vêm com seus próprios benefícios e desvantagens em termos de segurança e confiabilidade. Se você usa uma corretora centralizada, como a Binance, você aproveita os serviços de uma empresa que facilita transações cripto/cripto e cripto/fiat. Apesar disso, as corretoras centralizadas não fornecem uma chave privada para os fundos, assim, pode se dizer que as moedas não são suas, pois podem ser roubadas ou travadas a qualquer momento, como aconteceu com a Binance congelando saldos em Dogecoin. No caso de corretoras descentralizadas (DEXs), elas não armazenam chaves privadas, tornando qualquer tentativa de hack ineficaz. As transações são ponto a ponto e liquidadas entre dois indivíduos, os próprios usuários fazem custódia de seus ativos. è assim que Musk quer que os usuários guardem suas criptomoedas. https://livecoins.com.br/elon-musk-quer-que-voce-p...
mpaulo_silva  27 Nov 2021 12:43
The Sandbox (SAND): o que esperar do metaverso e da criptomoeda que explodiu 387% em novembro Projeto de metaverso é visto como o mais promissor do momento, mas especialistas alertam que pode ser cedo demais para investir Por Paulo Alves27 nov 2021 08h01 - Atualizado 16 horas atrás O The Sandbox (SAND), um jogo colaborativo ainda em desenvolvimento, virou o principal destaque do mercado de criptomoedas após o seu token SAND disparar 387% apenas no mês de novembro – de US$ 1,66 no dia 1º, chegou a bater US$ 8,10 no dia 25. O salto expressivo tem a ver com o boom dos projetos de metaverso, que virou a palavra do momento não só para Mark Zuckerberg, mas também para os entusiastas dos criptoativos. No radar dos investidores está o lançamento da aguardada versão Alpha do game, que ficará no ar por um mês para um público restrito a partir do dia 29 de novembro. Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir Desde que o Facebook virou Meta, no final de outubro, investidores se voltaram para o metaverso e descobriram as criptomoedas ligadas a essa utopia futurista que é vista como uma evolução das redes sociais, uma espécie de Nova Era da Internet. Mas, há algo de substancial por trás dessa valorização que vá além de pura especulação? Segundo especialistas ouvidos pelo InfoMoney, sim. O jogo The Sandbox não é novo. Sua primeira versão foi lançada em 2012 e, desde cedo, começou chamar a atenção da comunidade cripto ao explorar de maneira pioneira o uso de ativos digitais no universo dos games. “Com o conceito de NFT tomando força, fez com que o projeto fosse considerado visionário por conta de seu tempo de mercado, colocado à frente dos demais”, explica Lucas Schoch, CEO da Bitfy. “É um projeto interessantíssimo e um dos primeiros (se não o primeiro) a se tornarem relevantes”. A novidade começou a empolgar uma parcela maior de usuários quando a equipe de desenvolvedores lançou um novo white paper (documento com instruções sobre o projeto) dizendo que estaria “construindo um mundo virtual único onde os jogadores podem construir, possuir e monetizar suas experiências de jogo usando SAND, o token utilitário da plataforma”. A proposta é dar ao jogador o poder de construir o cenário de forma colaborativa, como uma espécie de Minecraft, mas que funciona no Ethereum (ETH) e tem uma moeda digital interna que pode ser trocada por dinheiro no mundo real. O jogo teve poucos detalhes divulgados, mas fica claro desde já que seu sucesso dependerá muito do ganho de popularidade e na criatividade dos usuários para criar o mundo virtual, incentivados pela possibilidade de faturar. “Nós damos a artistas, criadores e jogadores a capacidade de construir a plataforma que sempre imaginaram, fornecendo os meios para liberar sua criatividade”, diz o site oficial do projeto.Corrida pelo metaverso A alta do preço da cripto SAND está ligada à expectativa de que ela será muito utilizada para comprar itens digitais nesse mundo virtual, e que, portanto, deverá ter alta demanda ao longo do tempo. Além disso, investidores apostam que o The Sandbox sai na frente na corrida pelo estabelecimento do que se entende por metaverso. Para Tatiana Revoredo, CSO na The Global Strategy e Membro Fundadora da Oxford Blockchain Foundation, a Meta, apesar do nome, desenvolve uma solução muito diferente. Em vez do anonimato e da descentralização, diz ela, a empresa segue focada no lucro com os dados do usuário e na lógica centralizada da Web 2.0, onde as redes sociais são a Internet para 2,7 bilhões de pessoas. “Mas, a Internet é muito mais abrangente que as redes sociais. E a Web 3.0, seu próximo estágio de evolução, tem principais características uso de blockchain, realidade aumentada e realidade virtual, gráficos 3D, inteligência artificial e redes peer-to-peer [ponto-a-ponto] que são descentralizadas”, explica. O The Sandbox, neste caso, é um exemplo de solução de Web 3.0. Por outro lado, investidores parecem se importar pouco com a tecnologia trazida pelo jogo. O que atrai capital, ao menos em um primeiro momento, são as parcerias já estabelecidas com marcas que pretendem usar o The Sandbox como porta de entrada nessa nova tendência. Uma dessas marcas é a Adidas. No dia 22 de novembro, a empresa de material esportivo anunciou um acordo com o The Sandbox e sugeriu que poderá criar uma loja virtual no jogo. “A maior expectativa em relação ao Sandbox são os apoios institucionais e parcerias do que necessariamente por conta de uma tecnologia melhor”, afirma João Paulo Oliveira, CEO da Nox Bitcoin. “O Softbank entrou, a Adidas entrou, o Socios.com [criadora de fan tokens] está no Sandbox e não no Decentraland. Talvez haja, quem sabe, torneios de futebol no metaverso”. The Sandbox também tem parcerias fechadas com o rapper Snoop Dogg, a série de TV AMC “The Walking Dead”, os desenhos animados infantis “Care Bears” e “The Smurfs”, a marca de jogos Atari e a coleção CryptoKitties de NFTs. “Está se criando a expectativa no mercado de que diversas outras marcas se posicionem também, ainda mais depois da mudança de nome do Facebook e o consenso do pessoal de inovação e rede social de que metaversos vão ser o futuro”.Especulação Embora o jogo pareça promissor, especialistas recomendam cautela com o investimento. Com valor de mercado de apenas US$ 6,5 bilhões, o ativo SAND ainda apresenta grande volatilidade e pode surpreender negativamente o usuário menos cuidadoso. Na sexta-feira (26), durante uma queda de 8% do Bitcoin (BTC), a cripto do The Sandbox chegou a despencar 20%. “Não é novidade que o investidor de criptomoedas é mais adepto a riscos e estuda menos cada projeto quando comparado a investidores tradicionais. Dogecoin, Shiba [Inu], etc., provam isso”, aponta o CEO da Bitfy. “O investidor deve ter cautela ao se expor simplesmente por uma funcionalidade nova em um sistema não tão disseminado ainda”, recomenda. Schoch ressalta que, assim como todas as criptomoedas, projetos como o The Sandbox ainda estão em fase experimental e não é correto afirmar que nada no estágio atual “veio para ficar”. Revoredo concorda. “Vamos aguardar para ver como o projeto se desenvolve. Porque apesar do lançamento ser muito promissor, é o design de incentivo do jogo que determinará, ou não, o sucesso do The Sandbox”. https://www.infomoney.com.br/mercados/the-sandbox-...
mpaulo_silva  26 Nov 2021 11:42
Tô esperando o BTC nos 30, será que pego? [quote=lapupa - Post #9761 - 26/Nov/2021 11:28]BTC estou esperando lá nos 47k ETH estou de olho na região dos 3,7k/3,8K, minino será??? de olho para ver se dá entrada nos respectivos ETF....[/quote]
lapupa  26 Nov 2021 11:28
BTC estou esperando lá nos 47k ETH estou de olho na região dos 3,7k/3,8K, minino será??? de olho para ver se dá entrada nos respectivos ETF....
mpaulo_silva  26 Nov 2021 11:11
Bitcoin futuro: -8,23% (US$ 54.715)
allbp  25 Nov 2021 00:48
[quote=mpaulo_silva - Post #9732 - 20/Nov/2021 19:33] Quem nunca que jogue a primeira pedra.....Qdo eu vi esse video eu fiquei rindo por horas, pq retrata a nossa mais pura realidade.... [quote=omartrader - Post #9731 - 20/Nov/2021 13:21][quote=mpaulo_silva - Post #9729 - 19/Nov/2021 21:08] [youtube=KV5QlSgq7lg][/quote] É fogo...comprei Gala a 10 cents, vendi a 0,09..em uma semana foi pra 0,35. Ia comprar Cocôs...subindo 150% de ontem para hoje... Enquanto isso, estou pastando na Ada Cardano....esperando a morte da bezerra...[/quote][/quote] KKKKKKKKKKKKKKKKKk ME MIJEI TAMBÉM
byba trader  25 Nov 2021 11:33
[quote=byba trader - Post #146014 - 24/Nov/2021 16:22][quote=byba trader - Post #146012 - 24/Nov/2021 16:20][quote=byba trader - Post #145750 - 11/Nov/2021 16:46][quote=byba trader - Post #145715 - 10/Nov/2021 16:34][quote=bombril - Post #3105 - 05/Nov/2021 18:38][quote=bombril - Post #145636 - 05/Nov/2021 18:30]BLUT3 / BLUT4 Pra quem estiver comprado, muito cuidado agora, pois o bicho vai pegar daqui até o fechamento!!!!!! [/quote] BLUT3 Avisei.... Lá foi ela pra baixo!!!! Iniciando recompras no mico, agira que tá ficando baratinho novamente!!!!!! Não gosto de comprar mico quando está caro!!!! [/quote][quote=bombril - Post #3109 - 09/Nov/2021 21:14]Galera, estou tirando umas justas férias de 15 dias! Na 2a feira atualizo o gráfico de investidores, ok! A base de dados estou baixando todos os dias, mas pra transferir para minha planilha só quando eu estiver no PC. Bons negócios a todos![/quote][/quote][/quote][/quote] ISSO AÍ ELE POSTOU NO FECHAMENTO ANTES DO BLOQUEIO[/quote]
mpaulo_silva  25 Nov 2021 11:16
Bitcoin futuro: +2,06% (US$ 58.600)
mpaulo_silva  25 Nov 2021 10:31
Mercado está em extremo medo enquanto Bitcoin é negociado abaixo de US$56.000 Cripto16 horas atrás (24.11.2021 14:45) Mercado está em extremo medo enquanto Bitcoin é negociado abaixo de US$56.000 Os investidores de Bitcoin estão vendendo suas participações, desencadeando um efeito dominó negativo para os mercados. Nas últimas semanas, o sentimento dos investidores passou da ganância à beira do medo extremo.A queda dos preços do Bitcoin O Bitcoin caiu de máximas de quase US$69.000 para atingir novas mínimas de menos de US$56.000 em questão de dias. A reversão da sorte foi atribuída a vários fatores, incluindo os mercados de derivativos, comentários recentes de críticos e a incerteza em torno do plano de reabilitação de Mt Gox. A última vez que o Bitcoin viu esse tipo de baixa foi em meados de outubro, antes do lançamento dos ETFs de futuros do Bitcoin, quando Uptober entrou no modo de alta total. No entanto, os preços recentes viram o Bitcoin Fear and Greed Index se estabelecer em 33, com o preço atual em US$56.818. De acordo com o índice, 33 significa medo e isso é ilustrado pela tendência de baixa que o BTC estabeleceu em dias. O número pode ir de mal a pior, especialmente após a renomeação de Jerome Powell pelo presidente Joe Biden para chefiar o Federal Reserve. No passado, Powell pediu mais regulamentação no espaço criptográfico, mas foi citado para dizer que não tem intenções de banir as criptomoedas. Em casos de medo extremo, os mercados podem estar preparados para uma recuperação e a ganância extrema impulsionada pelo FOMO pode sofrer uma retração em um futuro próximo.Um futuro rali Parece que o Bitcoin foi sobrevendido devido ao suporte de curto prazo mostrado em US$56 mil e é seguro dizer que os investidores podem antecipar uma recuperação em direção à zona de resistência de cerca de US$60 mil. Os analistas acreditam que, para que a corrida de alta continue, o ativo deve atingir a marca de US$60 mil. Há uma medida de otimismo infiltrando-se sob a superfície de que a reversão da alta de todos os tempos se esgotou e os preços podem estar se preparando para uma alta. Apesar dos preços desagradáveis do ativo, o Bitcoin experimentou um aumento de 5% nos volumes de negociação de US$36 bilhões, enquanto ainda mantém sua posição superior com 41,68% de domínio sobre todo o mercado. Por Criptonizando https://br.investing.com/news/cryptocurrency-news/...
soulive  24 Nov 2021 18:43
mimimi de governo que não consegue controlar as divisas...
ebauer  24 Nov 2021 13:11
eles estão dizendo que é ameaça, porque não tem como cobrar imposto em cima das criptos e dos tokens. esta é a verdade. agora taxar lucros e dividendos isto pode e é correto. sei...
tioz  24 Nov 2021 13:05
O sistema financeiro vive do que? Criptomoeda é uma ameaça enorme aos lucros que o sistema impõe sobre o povo ,o sistema não vai passar em branco sem querer controlar as criptos porque está sendo algo que dá muito lucro ,os governos já estão fazendo isso. Insano é nossa bolsa de valores e a economia do nosso país guiada por irresponsáveis que faz sofre o povo e enriquece uma minoria,eis o verdadeiro sistema financeiro em ação
ebauer  24 Nov 2021 12:26
[quote=mpaulo_silva - Post #9750 - 23/Nov/2021 20:10]Ex-Presidente do BC e guru econômico de Moro diz que criptomoedas são uma insanidade coletiva Por: COINTELEGRAPH 23/11/20210 Comentários Affonso Pastore, ex-presidente do Banco Central do Brasil e atual conselheiro financeiro do possível pré-candidato à Presidência da República, Sérgio Moro, disse que as criptomoedas são uma insanidade coletiva. A afirmação foi feita durante entrevista para O Antagonista. Depois de falar que “nós temos um sistema bancário que é muito concentrado no Brasil” e comentar sobre os problemas econômicos do país que terão de ser resolvidos pelo próximo presidente da república, Pastore foi questionado sobre criptomoedas e respondeu: “Eu realmente não consigo entender que raio as pessoas têm dentro da cabeça.” Pastore mostrou descrença nos criptoativos e respondeu de maneira irônica: “Criptomoeda não é um ativo, ela não tem um valor intrínseco. Simplesmente é uma coisa volátil. Ela gasta uma quantidade de energia gigantesca. Para os minininhos brincarem de comprar e vender criptomoeda, o Brasil está gastando US$ 6 bilhões. Eu acho isso uma loucura.” O ex-presidente do BC falou sobre as novas tecnologias, reconheceu a importância do PIX, mas voltou a criticar as criptomoedas: “Você pode dizer ‘moeda digital seria importante?’, eu acho que o meio de pagamento, a nota que você carrega no bolso, podia perfeitamente ser substituída por um cartão de crédito e o banco central poderia emitir moeda eletrônica, dentro de um sistema de computador. O PIX faz isso. Mas isso não tem nada a ver com criptomoeda. Criptomoeda é uma insanidade coletiva, que custa muito para o mundo do ponto de vista do consumo inútil de energia, e está custando para o Brasil (e estamos só no começo da onda da criptomoeda) US$ 6 bilhões por ano.” Por Rafael Chinaglia https://br.advfn.com/jornal/2021/11/ex-presidente-...[/quote] Então eu sou totalmente insano, pois comprei quase 1 trilhão de Baby Doge, rsrsrs.
mpaulo_silva  24 Nov 2021 10:36
Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 56.836,51 (+1,02%).
mpaulo_silva  23 Nov 2021 20:10
Ex-Presidente do BC e guru econômico de Moro diz que criptomoedas são uma insanidade coletiva Por: COINTELEGRAPH 23/11/20210 Comentários Affonso Pastore, ex-presidente do Banco Central do Brasil e atual conselheiro financeiro do possível pré-candidato à Presidência da República, Sérgio Moro, disse que as criptomoedas são uma insanidade coletiva. A afirmação foi feita durante entrevista para O Antagonista. Depois de falar que “nós temos um sistema bancário que é muito concentrado no Brasil” e comentar sobre os problemas econômicos do país que terão de ser resolvidos pelo próximo presidente da república, Pastore foi questionado sobre criptomoedas e respondeu: “Eu realmente não consigo entender que raio as pessoas têm dentro da cabeça.” Pastore mostrou descrença nos criptoativos e respondeu de maneira irônica: “Criptomoeda não é um ativo, ela não tem um valor intrínseco. Simplesmente é uma coisa volátil. Ela gasta uma quantidade de energia gigantesca. Para os minininhos brincarem de comprar e vender criptomoeda, o Brasil está gastando US$ 6 bilhões. Eu acho isso uma loucura.” O ex-presidente do BC falou sobre as novas tecnologias, reconheceu a importância do PIX, mas voltou a criticar as criptomoedas: “Você pode dizer ‘moeda digital seria importante?’, eu acho que o meio de pagamento, a nota que você carrega no bolso, podia perfeitamente ser substituída por um cartão de crédito e o banco central poderia emitir moeda eletrônica, dentro de um sistema de computador. O PIX faz isso. Mas isso não tem nada a ver com criptomoeda. Criptomoeda é uma insanidade coletiva, que custa muito para o mundo do ponto de vista do consumo inútil de energia, e está custando para o Brasil (e estamos só no começo da onda da criptomoeda) US$ 6 bilhões por ano.” Por Rafael Chinaglia https://br.advfn.com/jornal/2021/11/ex-presidente-...
mpaulo_silva  23 Nov 2021 20:00
Elon Musk cobra CEO da Binance publicamente por falhas com Dogecoin Saques de Dogecoin estão suspensos na Binance desde o dia 11 de novembro; Musk é defensor da criptomoeda meme Por Paulo Alves23 nov 2021 14h37 - Atualizado 2 horas atrás SÃO PAULO – O CEO da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, usou sua conta no Twitter na manhã de hoje para cobrar publicamente Changpeng Zhao, CEO da corretora Binance, por uma solução para os problemas nos saques da criptomoeda Dogecoin (DOGE), que estão suspensos na exchange desde o dia 11 de novembro. “Ei, @cz_binance, o que está acontecendo com seus clientes de Doge? Parece duvidoso”, disse o empresário nesta terça ao invadir uma postagem do site Coindesk sobre os planos de expansão da bolsa de criptoativos. “Os donos de Doge que usam a Binance devem ser protegidos de erros que não são culpa deles”, acrescentou Musk. O bilionário é um apoiador da Dogecoin e passou a se envolver no desenvolvimento da meme coin, defendendo que ela seria uma melhor alternativa ao Bitcoin (BTC) para pagamentos, desde que implementasse melhorias no processamento de transações. Em resposta a Musk, a Binance afirmou que “não há nada de duvidoso” na situação, esclarecendo que se trata de um problema técnico. “Desde o incidente, a DOGE Network tem nos fornecido suporte, mas temos que reconstruir a carteira totalmente, o que está causando um atraso que esperamos que possa durar mais uma semana ou mais”, disse a corretora em um tweet nesta manhã. O problema teria começado quando a Dogecoin passou por uma atualização que tornou as carteiras de DOGE utilizadas pela Binance incompatíveis com a rede da criptomoeda. Desde então, a corretora acabou reenviando saques da cripto por engano para 1.674 pessoas, e em seguida bloqueando saques enquanto a situação não se normaliza. A Binance é a maior corretora do mundo por volume de negociações. Segundo o agregador de dados Coingecko, a exchange movimentou quase US$ 32 bilhões em cripto apenas nas últimas 24 horas, mais do quíntuplo da segunda colocada Coinbase. A DOGE é uma das 343 criptomoedas disponíveis para trade na plataforma. Changpeng Zhao, que já declarou no passado sua decepção com Musk por conta de suas declarações contra a mineração de Bitcoin, aproveitou a oportunidade para provocar de volta o CEO da Tesla. Ele lembrou sobre o recall de veículos da companhia após uma falha de software no começo de novembro. “Elon, temos quase certeza de que é um problema com a carteira mais recente da doge. Estamos em comunicação com os desenvolvedores. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente que possa ter causado a você. O que aconteceu aqui?”, escreveu, linkando para uma reportagem sobre o incidente com os carros elétricos da Tesla. https://www.infomoney.com.br/mercados/elon-musk-co...
1albertoluiz  23 Nov 2021 14:03
G1 | Notícias empresas | 23.11.2021 | 10h54 O colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, veiculou nota hoje em que informou que a JBS estaria fazendo um contra-ataque para superar a Marfrig na disputa pelo controle da BRF.
1albertoluiz  23 Nov 2021 14:00
G1 | Notícias empresas | 23.11.2021 | 10h54 O colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, veiculou nota hoje em que informou que a JBS estaria fazendo um contra-ataque para superar a Marfrig na disputa pelo controle da BRF.
mpaulo_silva  23 Nov 2021 13:07
Bitcoin recua para US$ 56 mil após anúncio do FED. Binance Coin, SAND e MANA sobem 35% Cripto5 minutos atrás (23.11.2021 10:01) © Reuters. Bitcoin recua para US$ 56 mil após anúncio do FED. Binance Coin, SAND e MANA sobem 35% A terça-feira (23) começou em baixa para seis das principais criptomoedas do mercado. Com quedas acumuladas entre 1 e 5% nas últimas 24 horas, poucas apresentavam sinais de uma possível recuperação. Ao todo, o mercado completa 13 dias em queda. Entre as moedas em alta no mercado, destacamos a Binance Coin e a Dogecoin, que subiram cerca de 0,82% nas últimas 24 horas. Além disso, tokens de jogo como SAND, ENJ e MANA valorizaram entre 10% e 35% nas últimas 24 horas. O Bitcoin, maior criptomoeda em capitalização e unidades, atingiu o nível de US$ 55 mil às 6h. Este é um dos valores mais baixos apresentados pela moeda desde o dia 13 de outubro. Às 10h, o preço do BTC era de US$ 56 mil. A queda acumulada nas últimas 24 horas é de 1,53% e na última semana é de 7%. No entanto, apesar da queda no preço da moeda, o volume de operações com o Bitcoin cresceu 25,75%, nas últimas 24 horas. Os dados são do CoinMarketCap. A Ethereum, segunda maior criptomoeda do mercado, também amanheceu em queda de 1,35% nas últimas 24 horas. O preço atualizado da moeda é de US$ 4.136. No entanto, de acordo com o TradingView, a moeda subia cerca de 1,06% às 8h, com fortes sinais de recuperação. Além delas, moedas como Solana, Cardano, XRP, Polkadot e Avalanche caíram de 0,6% a 4% nas últimas 24 horas.Anúncio do FED derruba dólar e criptomedas Na tarde da última segunda-feira, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou a recondução de Jerome Powell para mais um mandato à frente da Federal Reserve (FED). A notícia da continuidade, fez o dólar recuar cerca de 0,71% em relação ao real brasileiro. Desta forma, investidores interessados em conferir seus lucros e temendo uma queda ainda maior do dólar no mercado, recomeçaram as retiradas. Nos últimos dias, temos visto um grande movimento de realização de lucros, principalmente no mercado asiático, o que tem interferido diretamente no preço das criptomoedas. Para muitos especialistas, momentos como este ainda não são para ser vistos com olhos pessimistas. O rali de outubro que ajudou o BTC e outras criptomoedas a achegarem em valores históricos, tem feito com que muitos investidores retirem seus lucros. Com isso, as madrugadas têm sido o período de maior volatilidade. Neste contexto, não podemos ainda dizer que o BTC ou que outras criptomoedas correm riscos de grandes perdas. Um ponto positivo e uma grande prova de sua popularidade, são os grandes investimentos feitos por empresas tidas como “tradicionais”, como o Facebook (NASDAQ:FB) (SA:FBOK34), para agregar o “mundo blockchain” ao seu contexto. No entanto, vale lembrar que assim como o real, as criptomoedas também sofrem fortes influências de decisões governamentais. Neste caso específico, notícias do mundo inteiro podem interferir no valor das moedas. Um exemplo são os esforços da China e outros países para a proibição da mineração e circulação das criptomoedas. Por CriptoFácil https://br.investing.com/news/cryptocurrency-news/...
bussinesslatino  23 Nov 2021 12:16
~~ADVFN*MODERATED telb3/telb4 O Antagonista .Jair Bolsonaro Fala em Privatizar "Telebras"; Confira . A Telebras foi privatizada em julho de 1998, no governo Fernando Henrique Cardoso —há mais de 23 anos, portanto. Não admira que a prateleira.
mpaulo_silva  23 Nov 2021 10:58
Bitcoin, -2,4% a US$ 56.266,76 (em relação à cotação de 24 horas atrás)
mpaulo_silva  22 Nov 2021 22:49
Avalanche salta quase 50% em sete dias e passa DOGE no Top 10 Cripto1 hora atrás (22.11.2021 18:06) Avalanche salta 40%, atinge topo histórico e entra para Top 10 momentaneamente; entenda a alta O token AVAX, da blockchain de alta velocidade e baixo custo Avalanche, uma “rival” do Ethereum, registrou um novo recorde histórico de preço de US$ 146,22 no último domingo (21). Na última semana, o criptoativo valorizou cerca de 49% e, nos últimos 30 dias, mais de 106%. No momento da escrita desta matéria, AVAX está sendo negociado a US$ 139,11, um aumento de 4,80% em 24h CONFIRA: Cotações das criptomoedas Já o valor de mercado do token está em US$ 31,06 bilhões. Isso coloca AVAX nas TOP 10, à frente da memecoin Shiba Inu e da Dogecoin.$AVAX enters the top 10 on @CoinMarketCap ! pic.twitter.com/4UEXVFqxrO— Nicolas (,) (@nicolas_a4) November 21, 2021 Razões para a alta de Avalanche A alta do token da plataforma Avalanche coincide com um tuíte de Zhu Su, CEO do fundo de hedge de criptomoedas de Cingapura Three Arrows Capital. Su escreveu que “abandonou o Ethereum apesar de apoiá-lo no passado”. O Three Arrows investiu pesadamente no Avalanche. Junto com a Polychain Capital, o fundo liderou uma rodada de financiamento de US$ 230 milhões para Avalanche em setembro. “Os usuários ficam furiosos com a promessa de uma visão do futuro. Depois, são informados de que precisam pagar US$ 100 a US$ 1.000 em taxa para desfrutar da rede. Então, ouvem algumas histórias sobre como deveriam ter sido inteligentes o suficiente para comprar a ETH em US$ 10”, escreveu Su. Destaca-se que as taxas de transação no Avalanche geralmente custam menos de um dólar e a liquidação é quase instantânea. Para que isso seja possível, Avalanche divide o trabalho em três blockchains, conhecidas como X, C e P. Enquanto isso, as taxas da rede Ethereum, conforme disse Su, podem chegar a mil dólares. Além disso, o movimento altista também pode ser atribuído ao anúncio recente feito pelo CEO da Ava Labs, Emin Gün Sirer, de uma parceria com a empresa de contabilidade “Big Four” Deloitte. Por CriptoFácil https://br.investing.com/news/cryptocurrency-news/...
mpaulo_silva  22 Nov 2021 20:50
Mercado Livre libera compra e venda de Bitcoin no Brasil Por: LIVECOINS 22/11/20210 Comentários CompartilharTuitarLinkedInEmail Marcos Galperin, fundador e CEO do Mercado Livre (BOV:MELI34), anunciou que tanto os usuários do Mercado Livre quanto do Mercado Pago poderão negociar e armazenar criptomoedas em suas plataformas. Em maio deste ano a empresa já havia comprado 40 milhões de reais em Bitcoin para usá-lo como reserva de valor. Apesar disso o Mercado Livre não estava mostrando sinais de que aceitaria a criptomoeda conforme Galperin afirmou que as criptomoedas ainda tinham muitos desafios pela frente.Mercado Livre começa a trabalhar com Bitcoin O tweet do CEO do Mercado Livre, Marcos Galperin, pegou todos de surpresa nesta segunda-feira (22). Segundo ele, brasileiros já poderão usar criptomoedas tanto no Mercado Livre quanto no Mercado Pago.“A partir desta semana no Brasil, os usuários do Mercado Livre e Mercado Pago poderão comprar, guardar e vender criptomoedas” A notícia também foi confirmada por Osvaldo Gimenez, presidente do Mercado Pago desde 2014. Através de um tweet, ele mostrou como o design da carteira, contendo o campo “Cripto” com o logotipo do Bitcoin. Mercado Livre e Bitcoin O CEO do Mercado livre, em diferentes ocasiões, se mostrou um apoiador do Bitcoin e outras criptomoedas, ainda há alguns meses, durante um evento virtual organizado pela empresa, o empresário se referiu ao futuro desses ativos digitais, mas destacou os problemas que, em sua opinião, eles devem resolver. Em sua apresentação, Galperin falou sobre a importância das criptomoedas, que embora sejam pouco usadas como meio de pagamento, principalmente por conta da facilidade de realizar pagamentos por outros métodos, elas já são uma ótima reserva de valor. https://br.advfn.com/jornal/2021/11/mercado-livre-...
Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P: V: D:20211129 02:32:19