PIB Brasil 2013

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a economia brasileira cresceu 2,3% no ano de 2013. Em valores correntes, a soma das riquezas produzidas no país alcançou à marca de R$ 4,84 trilhões. Por sua vez, o PIB per capita (por pessoa) atingiu R$ 24.065 no ano.

Os três setores analisados pelo IBGE para o cálculo do PIB mostraram avanço, com destaque para a agropecuária, que cresceu 7,0%, seguida por serviços (2,0%) e indústria (1,3%). Em 2012, o avanço do PIB, de 1,0% (dado revisado), havia sido puxado pelo desempenho do setor de serviços, o único que mostrou taxas positivas.

Na agricultura, o destaque partiu da produção de soja (24,3%), de cana de açúcar (10,0%), de milho (13,0%) e de trigo (30,4%). Já o crescimento da indústria foi puxado pela atividade de eletricidade e gás, água, esgoto e limpeza urbana (2,9%).

Dentro do setor de serviços, o maior avanço foi verificado no setor de serviços de informação (5,3%), seguido por transporte, armazenagem e correio (2,9%) e comércio (2,5%).

No mesmo período, na análise da demanda, a formação bruta de capital fixo (investimentos) foi o que mais cresceu, 6,3%, influenciado pelo aumento da produção de máquinas e equipamentos, que cresceu 10,2% em 2013.

 Os investimentos foram os principais diferenciais do ano, já que, em 2012, eles tinham caído 4,0%. O governo disponibilizoo várias linhas de financiamento, como as do BNDES. Programas imobiliários, como o Minha Casa, Minha Vida também contribuíram para o resultado.

Dentro dessa mesma avaliação da demana, o consumo das famílias, que por muito tempo puxou o crescimento da economia brasileira, mostrou taxa positiva pelo décimo ano seguido. No entanto, o aumento foi menos expressivo, 2,3%. Tal comportamento foi favorecido pela elevação da massa salarial e pelo acréscimo do saldo de operações de crédito do sistema financeiro com recursos livres para as pessoas físicas.

A despesa do consumo da administração pública foi o item que menos subiu dentro da análise da demanda, 1,9%.

Quanto ao setor externo, tanto as exportações (2,5%) quanto as importações (8,4%) de bens e serviços cresceram. Entre as exportações, destaque para produtos agropecuários; outros equipamentos de transporte; veículos automotores e refino de açúcar. Com relação as importações, os destaques foram indústria petroleira; serviços de alojamento e alimentação; máquinas e equipamentos; óleo diesel e peças para veículos automotores.

 

Crescimento do PIB brasileiro em 2013 (por setores da economia)

Agropecuária +7,0%
Indústria +2,0%
Serviços +1,3%

 

PIB Brasil x PIB Mundial

País Crescimento do PIB em 2013
Brasil +2,7%
China +7,8%
Estados Unidos +2,2%
Reino Unido +1,7%
Japão +1,6%
Alemanha +0,2%
Zona do Euro -0,4%

 

PIB Mundial em 2013 - Valores Nominais (em trilhões de dólares)

PAÍS PIB Nominal (US$ Trilhões)
Estados Unidos 16,799
China 9,181
Japão 4,901
Alemanha 3,635
França 2,737
Reino Unido 2,535
Brasil 2,242
Rússia 2,118
Itália 2,071
Índia 1,870
Canadá 1,825
Austrália 1,505
Espanha 1,358
México 1,258
Coréia do Sul 1,221
Indonésia 0,870
Turquia 0,827
Holanda 0,800
Arábia Saudita 0,745
Suíça 0,650

 

Evolução Anual do PIB Brasil

Variação Histórica do PIB Brasileiro

20004,30-----------
20011,30-----------
20022,70-----------
20031,10-----------
20045,70-----------
20053,20-----------
20064,00-----------
20076,10-----------
20085,10-----------
2009-0,10-----------
20107,50-----------
20114,00-----------
20121,90-----------
20133,00-----------
20140,50-----------
2015-3,50-----------
2016-3,30-----------
20171,10-----------
20181,10-----------
Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P: V:br D:20190825 04:39:35