Mali: 125 clientes e 13 funcionários continuam no hotel de Bamako

LinkedIn

O grupo hoteleiro Rezidor informou hoje (20), em Londres, que continuam no Hotel Radisson, de Bamako, onde ocorre um sequestro, um total de 125 clientes e 13 funcionários.

A televisão pública do Mali anunciou que cerca de 80 reféns foram libertados.

“As nossas forças especiais libertaram perto de 30 reféns e outros conseguiram fugir sozinhos”, declarou à agência France Presse o ministro da Segurança, o coronel Salif Traoré.

As forças especiais tomaram o hotel, local do sequestro de 170 pessoas, de acordo com o grupo hoteleiro.

“Foram mortos três reféns”, informou o Ministério da Segurança Interna, sem divulgar a nacionalidade nem as circunstâncias nas quais foram mortos. Traoré afirmou posteriormente que eram estrangeiros.

De acordo com o ministério, os homens armados são “dois ou três”, mas testemunhas citaram uma “dezena”.

O grupo hoteleiro tem linhas telefônicas para “prestar ajuda a familiares dos clientes e funcionários”

Deixe um comentário