Petrobras despenca: Qual o motivo?

LinkedIn

As ações da Petrobras (BOV:PETR4) despencaram ontem (-9%), a maior queda de todo o Ibovespa (BOV:IBOV), após a companhia anunciar o corte de US$ 32 bilhões nos investimentos previstos no plano de negócios para os anos 2015 a 2019. O novo valor de US$ 98,4 bilhões é 24,4% menor do que o inicialmente projetado. O corte vai reduzir a produção estimada de petróleo: ao invés da média de 2,8 milhões de barris por dia em 2020, a companhia projeta agora apenas 2,7 milhões. A Petrobras ainda alerta que suas projeções podem ser impactadas com mudanças no preço do petróleo no mercado internacional e câmbio, dificuldade na venda de ativos e problemas com fornecedores no Brasil.

Outras notícias importantes do dia

• A Petrobras (BOV:PETR4) reduziu para US$ 45,00 o preço médio estimado para o barril de Petróleo (Brent) (NYMEX:BZ) para o ano de 2016. O contrato da commodity era negociado perto dos US$ 30,00 o barril no mercado internacional ontem. Analistas já projetam uma possível queda para até US$ 20,00 o barril.

• O barril de Petróleo (WTI) foi negociado abaixo dos US$ 30,00 ontem, menor valor para a commodity nos últimos doze anos.

• A corretora TOV vai realizar um leilão hoje no final da tarde para transferência de toda a sua carteira de clientes para outra corretora, segundo documento oficial disponível em seu site. Os clientes que não concordarem em transferir suas carteiras para a corretora vencedora da concorrência poderá indicar outro participante do mercado.

• A Telebras (BOV:TELB4) esclareceu que nunca participou de qualquer iniciativa para fusão das operações da companhia com a Dataprev e a Serpro, nem tem em seu planejamento tal perspectiva.

• A mineradora Samarco descumpriu pela segunda vez o prazo para entrega de novos planos de emergência para suas barragens de dejetos.

• A balança comercial da China registrou superavit de US$ 60 bilhões em dezembro, bem acima do esperado pelos economistas.

Esta notícia foi extraída do Bom Dia ADVFN, newsletter diária divulgada pela ADVFN Brasil, em 13-01-2016. Acesse a versão completa do Bom dia ADVFN por este link: Clique aqui.

Deixe um comentário