Semanário Bovespa: Ibovespa sobe 4,36% na sétima semana de 2016

LinkedIn

O Ibovespa encerrou a terceira semana de fevereiro com outra forte valorização: alta de 4,36%. Foram quatro pregões de alta contra apenas um de baixa. A única queda do índice (bem leve, por sinal) ocorreu um dia após a Standard & Poor’s rebaixar novamente a nota de risco de crédito brasileira. Nos outros dias, o otimismo reinou, reagindo a: ações do banco central da China para manter a moeda do país valorizada; novos passos para um acordão entre os produtores de petróleo para reduzir a produção mundial da commodity; e discursos de presidentes de bancos centrais ao redor do planeta preocupados em manter medidas de estímulos para tentar combater o enfraquecimento da economia global. Dessa forma, mesmo com o cenário político-econômico brasileiro cada vez mais em descrédito e com a constante ameaça do banco central dos Estados Unidos aumentar em taxa básica de juros do país – situações que afugentam o capital estrangeiro da bolsa de valores brasileira –, o principal índice de ações da bolsa de valores brasileira manteve-se firme, emplacando a segunda maior alta semanal de 2016.

Após pregões pregões, fevereiro registra oito pregões de alta e cinco pregões de baixa, acumulando uma valorização de 2,81%. No ano, há desvalorização de 4,17%.

 

Variação diária do Ibovespa na sétima semana de 2016

Data Cotação Variação Variação Mínimo Máximo Volume
15/02/16 40.092,89 284,85 0,72% 39.808,41 40.671,42 1.746.707
16/02/16 40.947,69 854,8 2,13% 40.074,23 41.206,47 4.042.559
17/02/16 41.630,82 683,12 1,67% 40.957,61 42.436,44 5.471.193
18/02/16 41.477,63 -153,18 -0,37% 41.183,40 41.697,80 3.644.223
19/02/16 41.543,41 65,77 0,16% 41.070,88 41.827,97 3.400.711

 

Fechamento do Ibovespa na segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2016

O principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo seguiu o clima de euforia no mercado internacional, acumulando seu segundo dia de alta. Os investidores se animaram com a forte valorização do yuan, promovida pelo Banco Central da China. A nova alta nos preços do petróleo e do minério de ferro também ajudaram, puxando para cima as ações da Petrobras e da Vale. O dia foi de baixíssimo volume no Mercado Bovespa, em função do feriado do Dia dos Presidentes, nos Estados Unidos.

Cenário exterior favorável puxa alta do Ibovespa nesta segunda-feira pós-Carnaval

 

Fechamento do Ibovespa na terça-feira, 16 de Fevereiro de 2016

O principal índice de ações do país conseguiu emplacar seu terceiro pregão de alta consecutivo, seguindo o bom humor das bolsas de valores asiáticas e da reabertura do mercado de ações norte-americano. O clima também esteve mais leve no mercado doméstico, depois de uma série de notícias corporativas favoráveis. As ações da mineradora Vale foram os principais destaques de alta. Na outra ponta, as ações da Petrobras, que reagiram mal à queda no preço do barril de petróleo negociado no mercado internacional.

Ibovespa registra terceira alta consecutiva nesta terça-feira. Petrobras, no entanto, destoou

 

Fechamento do Ibovespa na quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2016

Nesta quarta-feira, o principal índice de ações do Brasil emplacou sua quarta alta consecutiva, puxado por nova alta nos preços do petróleo  A commodity vem subindo a medida que o acordo internacional para redução de sua produção mundial vem tomando forma. Desta vez, foi a vez do Irã afirmar que seguira Russia e Arabia Saudita no congelamento da produção da matéria-prima. A alta do Ibovespa só não foi maior, porque a agencia de classificação de risco Standard & Poors (S&P) optou por reduzir novamente a nota de credito brasileira, de BB+ para BB, mantendo também seu viés negativo.

Ibovespa fecha novamente em alta nesta quarta-feira. Valorização, no entanto, foi segurada por novo corte na nota de crédito brasileiro pela S&P

 

Fechamento do Ibovespa na quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2016

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo fechou em baixa nesta quinta-feira, interrompendo uma série de quatro altas seguidas, com os investidores ainda tentando digerir o novo corte da nota de crédito brasileira, imposto na véspera pela agência de classificação Standard & Poor’s. O Ibovespa foi influenciado, principalmente, pelas baixas da Vale, da Petrobras e dos grandes bancos.

Ações de Petrobras e Vale caíram nesta quinta-feira, fazendo com que Ibovespa interrompesse sequencia de quatro altas consecutivas

 

Fechamento do Ibovespa na sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2016

Quando parecia que o principal indicador de ações do país amargaria sua segunda baixa consecutiva, as ações da Vale e dos grandes bancos brasileiros aceleraram seu movimento de alta, fazendo o Ibovespa virar nos instantes finais do pregão desta sexta-feira. Foi a quarta valorização do indicador nesta semana.

Ações de Vale e de bancos puxam reação do Ibovespa, que registra quarta alta da semana

Deixe um comentário