Mercado redescobre as estatais e Petrobras lidera indicações de ações em setembro

LinkedIn

A saída do Partido dos Trabalhadores (PT) da Presidência da República com o impeachment de Dilma Rousseff parece ter reanimado o humor os analistas em relação às companhias públicas. Das dez carteiras de ações enviadas ao Blog Arena para setembro, sete recomendaram a compra dos papéis da Petrobras. Na segunda posição, mais duas estatais, BB Seguridade e Banco do Brasil, empatadas com Gerdau e Rumo Logística. Todas receberam cinco indicações, seguidas por outra estatal em terceiro lugar: Sabesp, com quatro recomendações.

Na avaliação do Citibank, possíveis mudanças regulatórias e a venda de ativos na Petrobras serão catalisadores potenciais para as ações no curto e médio prazos. Além disso, a petroleira se beneficia do câmbio mais apreciado, com aproximadamente 75% de sua dívida atrelada à moeda americana, aponta o banco em relatório.

Já a Ativa Investimentos aposta que qualquer melhora na sinalização política deve ter um impacto relevante no preço da estatal. Para eles, o petróleo mostrou certa recuperação recentemente, sendo significativa fonte de recuperação para a companhia, que enfrenta atualmente sérios problemas financeiros.

Os analistas da XP Investimentos, por sua vez, acreditam que a Petrobras se beneficiará de uma gestão mais voltada para o retorno aos acionistas, com venda de ativos, parceria com a norueguesa Statoil, dólar mais baixo, provável extinção do modelo de exclusividade no pré-sal e manutenção dos prêmios nos valores dos derivados (gasolina e diesel), o que tem ajudado a melhorar o caixa da companhia.

Acompanhe as empresas com mais recomendações, entre dez corretoras, este mês:

Ações Número de Indicações
Petrobras 7
BB Seguridade 5
Banco do Brasil 5
Gerdau 5
Rumo Logística 5
Sabesp 4

 

BB Seguridade ainda foi destaque no mercado local por seu caráter defensivo, enquanto o BB se beneficiou de expectativas de ”uma menor interferência governamental no banco”. Também com análise positiva, a siderúrgica Gerdau ganhou atenção pela valorização dos papéis nos últimos meses, com “excelente desempenho”, além das perspectivas de benefício com uma melhora do setor de infraestrutura do país. A Rumo conquistou o otimismo dos analistas com seus catalisadores potenciais que incluem aditivos contratuais, redução da taxa de juros de longo prazo e maiores preços do diesel, o que daria suporte às tarifas de frete.

Finalmente, não menos importante, Sabesp teve sua avaliação alavancada por esperanças na melhora na redução de custos de racionamento, que resultaria em uma recuperação de lucro no curto prazo, à espera de um retorno mais alto para o ciclo tarifário entre 2017 e 2022. O Citi também aguarda um crescimento de 14% do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da empresa para 2016, com alta de 5% na tarifa média.

Confira abaixo as carteiras completas recomendadas para setembro por dez corretoras:

Corretora Companhia Ação
Rico Porto Seguro (BOV:PSSA3)
BR Foods (BOV:BRFS3)
Grendene (BOV:GRND3)
Copel (BOV:CPLE6)
Localiza (BOV:RENT3)
Sabesp (BOV:SBSP3)
Cetip (BOV:CTIP3)
BB Seguridade (BOV:BBSE3)
Banco do Brasil (BOV:BBAS3)
Bradesco (BOV:BBDC4)
Ativa Investimentos Petrobras (BOV:PETR4)
Equatorial (BOV:EQTL3)
Itaú Unibanco (BOV:ITUB4)
RaiaDrogasil (BOV:RADL3)
Gerdau (BOV:GGBR4)
Ultrapar (BOV:UGPA3)
BR Malls (BOV:BRML3)
Suzano Papel (BOV:SUZB5)
Rumo Logística (BOV:RUMO3)
Via Varejo (BOV:VVAR11)
XP Investimentos Itaú Unibanco (BOV:ITUB4)
BB Seguridade (BOV:BBSE3)
Banco do Brasil (BOV:BBAS3)
Sabesp (BOV:SBSP3)
Ecorodovias (BOV:ECOR3)
Gerdau (BOV:GGBR4)
Petrobras (BOV:PETR4)
Rumo Logística (BOV:RUMO3)
Itaú BBA Banco do Brasil (BOV:BBAS3)
Bradesco (BOV:BBDC4)
BB Seguridade (BOV:BBSE3)
CPFL Energia (BOV:CPFE3)
Petrobras (BOV:PETR4)
Randon (BOV:RAPT4)
Rumo Logística (BOV:RUMO3)
Smiles (BOV:SMLE3)
São Martinho (BOV:SMTO3)
Ultrapar (BOV:UGPA3)
Terra Investimentos BB Seguridade (BOV:BBSE3)
Cielo (BOV:CIEL3)
Vale (BOV:VALE5)
Klabin (BOV:KLBN11)
Ambev (BOV:ABEV3)
Gerdau (BOV:GGBR4)
Banco do Brasil (BOV:BBAS3)
Magliano Corretora Ambev (BOV:ABEV3)
Comgás (BOV:CGAS5)
Cielo (BOV:CIEL3)
Cemig (BOV:CMIG4)
Fleury (BOV:FLRY3)
Gerdau (BOV:GGBR4)
Petrobras (BOV:PETR4)
RaiaDrogasil (BOV:RADL3)
Sabesp (BOV:SBSP3)
Ultrapar (BOV:UGPA3)
Vale (BOV:VALE5)
Citibank AES Tietê (BOV:TIET11)
BB Seguridade (BOV:BBSE3)
BR Foods (BOV:BRFS3)
Cielo (BOV:CIEL3)
Cosan (BOV:CSAN3)
Ecorodovias (BOV:ECOR3)
Light (BOV:LIGT3)
Petrobras (BOV:PETR4)
Rumo Logística (BOV:RUMO3)
Sabesp (BOV:SBSP3)
Bradesco Hypermarcas (BOV:HYPE3)
Transmissão Paulista (BOV:TRPL4)
BM&FBovespa (BOV:BVMF3)
Cesp (BOV:CESP6)
Petrobras (BOV:PETR4)
Coinvalores Ambev (BOV:ABEV3)
Alupar (BOV:ALUP11)
Bradesco (BOV:BBDC4)
CCR (BOV:CCRO3)
CPFL Energia (BOV:CPFE3)
Even (BOV:EVEN3)
Gerdau (BOV:GGBR4)
Itaú Unibanco (BOV:ITUB4)
Kroton (BOV:KROT3)
Light (BOV:LIGT3)
Raia Drogasil (BOV:RADL3)
Smiles (BOV:SMLE3)
Triunfo (BOV:TPIS3)
Vale (BOV:VALE5)
Santander Petrobras (BOV:PETR4)
RaiaDrogasil (BOV:RADL3)
Banco do Brasil (BOV:BBAS3)
Cielo (BOV:CIEL3)
Rumo Logística (BOV:RUMO3)

 

Deixe um comentário