Investidor perdeu 12% no ano com aluguel comercial, mostra FipeZap; preço caiu 3,7%

LinkedIn

Comprar imóveis para alugar foi um mau negócio nos últimos 12 meses, tanto em termos de valorização do bem quanto do valor do aluguel. Segundo o Índice FipeZap Comercial, só em novembro, os preços de venda do metro quadrado  caíram em média 0,45% e os de locação recuaram 0,35%. Nos últimos 12 meses as quedas foram de, respectivamente, 3,70% e 9,24%. Isso em termos nominais.

Se for considerada a inflação, de 6,99% no período (segundo o IPCA/IBGE), a queda real de preços atinge 15,17% nos alugueis e 9,99% no caso dos preços de imóveis comerciais à venda.

Custo de oportunidade de 14,1%

A situação piora se for considerada a opção de aplicar o dinheiro em vez de comprar o imóvel. A comparação entre o investimento feito em imóveis comerciais e uma alternativa de menor risco (o CDI) mostra que, desde 2015, o investidor em imóveis comerciais têm tido, em geral, perdas.

Perda de 12,19% no ano

Nos doze meses encerrados em novembro/2016, enquanto o CDI rendeu 14,1%, os proprietários de saletas que estavam locadas tiveram um retorno médio de 1,7%, fruto da combinação entre o recebimento dos alugueis e da desvalorização de seus ativos. Ou seja, uma perda de 12,19% se o dinheiro estivesse aplicado no CDI.

Isso vale para quem conseguiu manter o imóvel alugado. Muitos não conseguiram, o que significa perda com custos de manutenção, condomínio e com o custo de oportunidade dos juros.

São Paulo tem o maior retorno em aluguel

Em novembro, o valor médio do metro quadrado anunciado das 4 cidades monitoradas foi de R$ 10.266 para venda e R$ 44 para locação. Apesar da queda recente, Rio de Janeiro ainda tem os maiores valores por metro quadrado : R$ 11.731 e R$ 47, respectivamente. São Paulo registra a maior taxa de rentabilidade do aluguel, com retorno anualizado de 5,5%.

 

O post Investidor perdeu 12% no ano com aluguel comercial, mostra FipeZap; preço caiu 3,7% apareceu primeiro em Arena do Pavini.

Deixe um comentário