Vale sobe 6% e puxa Ibovespa para 68.532 pontos; Bradespar ganha 16%

LinkedIn

O Índice Bovespa (BOV:IBOV) teve mais um dia de alta, de 1,16%, apesar do feriado nos Estados Unidos, puxado pelas ações da Vale e pelo vencimento do mercado de opções de ações. O índice fechou aos 68.532 pontos, maior nível desde 8 de abril de 2011, quando atingiu 68.718 pontos.

O Ibovespa foi influenciado pelas ações da mineradora Vale, que fecharam em alta de 6,17% o preferencial série A (BOV:VALE5) (PNA, sem voto) e 6,93% o ordinário (BOV:VALE3) (ON, com voto) depois que a empresa anunciou um novo acordo de acionistas que prevê a entrada no Novo Mercado e a diluição de seu controle. Vale PNA foi o papel mais negociado do dia, com 10,7% do mercado, enquanto Vale ON foi o 5º mais negociado, com 1,93%, equivalentes a R$ 1,4 bilhão.

A alta da Vale puxou as ações da Bradespar PN (BOV:BRAP4), holding do Bradesco que investe em papéis da mineradora, e que fecharam em alta de 16,62% e com o quarto maior volume financeiro do dia, R$ 241 bilhões. Petrobras PN (BOV:PETR4) foi a segunda mais negociada, e fechou em alta de 1,99%, acompanhando a alta do petróleo no exterior. Outro destaque do dia foram as ações PN da Lojas Americanas (BOV:LAME4), terceiro maior volume do dia, ou R$ 281 milhões. O papel subiu 2,63% após a empresa anunciar uma oferta pública de R$ 2,5 bilhões para reforço de capital e para compra de empresas, provavelmente BR Distribuidora ou Via Varejo (BOV:VVAR11).

Com isso, Bradespar liderou com folga as altas do Índice Bovespa, seguida por Vale ON e PNA. Braskem PNA (BOV:BRKM5) subiu 3,26% e Lojas Americanas veio a seguir.

As maiores quedas do índice foram de Cielo ON (BOV:CIEL3), 1,39%, seguida de Estácio Participações ON (BOV:ESTC3), 1,27%, Marfrig ON (BOV:MRFG3), 1,14%, BM&FBovespa ON (BOV:BVMF3), 1,02% e JBS ON (BOV:JBSS3), 1%.

O volume negociado foi alto apesar do feriado nos Estados Unidos, R$ 11,342 bilhões, mas foi puxado pelo vencimento do mercado de opções de ações, que sozinho movimentou cerca de R$ 5 bilhões.

No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em queda de 0,09%, vendido a R$ 3,09. Já o dólar turismo caiu 0,30%, para R$ 3,23 para venda.

No mercado futuro de juros, as taxas caíram, com o mercado apostando em quanto o Comitê de Política Monetária (Copom) vai cortar os juros básicos esta semana. As apostas estão em 0,75 ponto percentual, mas crescer o número dos que acham que o corte será maior, de 1 ponto percentual.

No mercado de juros futuros, os contratos de DI para janeiro de 2018 projetavam hoje 10,53%, ante 10,565% na sexta-feira. Para 2019, a projeção caiu de 10,07% para 10,05% ao ano. E, para 2021, de 10,27% para 10,25%.

O post Vale sobe 6% e puxa Ibovespa para 68.532 pontos; Bradespar ganha 16% apareceu primeiro em Arena do Pavini.

Deixe um comentário