Warren Buffett revelou hoje seu maior segredo de investimentos; veja

LinkedIn

Warren Buffett revelou hoje seu maior segredo de investimentos; veja

Após ter sido questionado sobre qual é a melhor dica de investimentos por quase toda a sua vida, o megainvestidor e guru unânime do mercado financeiro global, Warren Buffett, resolveu responder a esta pergunta em sua carta anual enviada para os acionistas de sua empresa, a Berkshire Hathaway, que foi publicada neste sábado (25).

“Ao longo dos anos, muitas vezes me pediram conselhos de investimento e, no processo de resposta, aprendi bastante sobre o comportamento humano. A minha recomendação mais comum é um índice de baixo custo que replique o S&P 500”, disse ele na carta. Ou seja, sim, Buffett indica um fundo passivo para a maioria das pessoas.

Ele pondera, contudo, que muitos grandes investidores, fundos e gestores normalmente apenas o agradecem e, provavelmente, não seguem o seu conselho. Já os amigos dele que não são bilionários, entretanto, costumam seguir essa ideia. Buffett ressalta que esse comportamento pode ser explicado pela indústria de aconselhamento financeiro.

Esoterismo financeiro

Segundo o investidor, os consultores costumam se apegar às mudanças de tendências ou a novos produtos que podem entregar um rendimento superior ao mercado. “Esse conselho é muitas vezes entregue em jargão esotérico que explica por que os ‘estilos’ de investimento na moda ou as tendências econômicas atuais tornam a mudança apropriada”, ressalta.

“Os ricos estão acostumados a sentir que é a sua sorte na vida para obter o melhor alimento, escolaridade, entretenimento, imóveis, cirurgia plástica, o melhor lugar nos estádios e outras coisas. O dinheiro também, eles acham que precisam algo superior em comparação com o que as massas recebem”, dispara.

Ele cita um caso em que um amigo, Homer Rogers, que trabalhava no campo fazendo a intermediação entre os fazendeiros e as indústrias de alimentos. “Perguntei-lhe como ele induzia um fazendeiro ou fazendeiro a contratá-lo para lidar com a venda de seus porcos ou gado aos compradores dos quatro grandes (Swift, Cudahy, Wilson e Armor)”, disse.

Afinal, gado é gado e galinha é galinha. Como um vendedor consegue um preço melhor com justamente os especialistas em comprar esses animais. “Homer deu-me um olhar de compaixão e disse: ‘Warren, não é como você vai vendê-los, é como você fala com eles’. O que funcionava no campo em Omaha continua a funcionar bem em Wall Street’, finaliza.

Gustavo Kahil
25/02/2017 – 12:19

https://www.linkedin.com/company/moneytimes

Deixe um comentário