Petróleo renova mínimas e mercado local em queda

LinkedIn

Mercados Globais

Dia continua sem muitos indicadores ou eventos que possam liderar as escolhas dos investidores. Eric Rosengren, presidente do Fed Boston disse mais cedo que ambiente de juros baixos deve persistir no futuro. Notou ainda que a política monetária é menos capaz de compensar os choques negativos quando os juros já estão baixos. Ainda às 16:00, discursará o membro do FOMC — Kaplan.

Nas transações correntes dos EUA, houve um aumento de $ 2.8 bilhões. O dólar index permanece estável, com leve alta de 0,03%.

Já em um tom um pouco diferente do dirigente do Fed, Mark Carney (presidente do Banco da Inglaterra) afirmou ser um pouco cedo para elevar os juros, “Na minha perspectiva, diante de sinais mistos de gasto dos consumidores e investimento das empresas e diante das pressões inflacionárias domésticas ainda contidas, em particular o crescimento anêmico dos salários, ainda não é hora de começar o ajuste”.

Mercados europeus negociam em direções mistas. Londres (-0,10%), Frankfurt (+0,02), Paris (+0,14%), Milão (-0,32%) e Stoxx (-0,21%).

Nos mercados asiáticos, houve alta do Asia Dow em 0,10%. Já os principais mercados, como Xangai (-0,14%) e Hong Kong (-0,31%) registraram queda. Na China, onde o Banco Popular da China continua a injetar liquidez em quase seis meses, a curva de rendimento continua a cair.

O petróleo WTI tem queda de 2,37%, já em US$ 43,29, nível incrivelmente baixo para um mercado (ou pelo menos grande parte dele) que havia precificado o petróleo em US$ 60, no início do ano. Veja a commodity atingindo a mínima de novembro de 2016:

A expectativa pessimista é de que a estimativa de hoje, do American Petroleum Institute, apresente uma expansão na oferta de estoques. Nos mercados estrangeiros, a Total Oil tem queda de 1,38% e a British Petroleum cai em 1,62%. As americanas como Chevron e Exxon devem cair. O que indica que provavelmente haverá uma queda para as demais empresas petroleiras, inclusive a Petrobras.

Já o minério de ferro 62% registrou leve alta (+0,27%) no porto de Qingdao, agora em US$ 56,45 a tonelada seca.

 

Brasil

 

No Brasil, mercado local abre em queda. Teremos os dados da Inda, para o setor de aço às 11:00. Já o Ministério do Trabalho divulgará os dados do Caged às 15:00. Quanto ao câmbio, haverá oferta de até 8.200 contratos (US$ 410 milhões) de contratos de swap cambial para rolagem dos vencimentos de julho. Dólar tem alta de 0,54%.

No cenário político, STF deve decidir sobre pedido de prisão do senador afastado, Aécio Neves.

Deixe um comentário