Coinvalores retira preço-alvo para ação da Triunfo

LinkedIn

A Coinvalores retirou a sua análise para as ações da Triunfo (BOV:TPIS3) após a empresa anunciar que foi alvo ontem de uma operação da Polícia Federal que apura fraude e desvio de recursos públicos nas obras em sua concessão no Rio Grande do Sul.

A investigação, realizada em parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU), apura eventuais fraudes e desvio de dinheiro público na execução da obra da 4ª faixa da BR-290/RS, conhecida como Freeway, no trecho que liga Porto Alegre a Gravataí. A obra faz parte do 13º Aditivo ao Contrato de Concessão, fechado em 2014 com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

“Ainda consideramos que o valor dos ativos da companhia supera o seu valor de mercado, porém, essa operação da PF eleva ainda mais o nível de risco já elevado dos papéis da companhia, por isso, vamos retirar nosso preço-alvo, pois não vemos como precificar esse tipo de risco”, explica a corretora em um relatório enviado nesta quinta-feira (31).

Viracopos

Em outro comunicado, a Triunfo informou que a seguradora Swiss Re pagou à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) R$ 149,8 milhões referente à parcela da contribuição fixa de outorga de 2016, prevista no contrato de concessão do aeroporto de Viracopos.

Fonte: Money Times. 

Deixe um comentário