ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Confira os destaques desta terça-feira!

LinkedIn

Acompanhe as notícias que serão destaque no dia de hoje: 

A polêmica Assembleia Constituinte convocada na Venezuela será tema de mais uma reunião dos chanceleres sul-americanos

No sábado, o Mercosul decidiu suspender o país do bloco por “ruptura da ordem democrática”. O país vive uma gravíssima crise econômica, política e social, com prisões políticas e protestos que já deixaram mais de 100 mortos. No fim de semana, um levante militar contra o governo foi controlado pelas Forças Armadas no norte do país. Duas pessoas morreram.

Receita abre nesta terça consulta ao 3º lote de restituição do IR 2017

A Receita Federal abre nesta terça-feira a consulta ao terceiro lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2017. Mais de 2,012 milhões de contribuintes serão contemplados, totalizando cerca de R$ 2,8 bilhões em restituição. O crédito bancário para os contribuintes será realizado no dia 15 de agosto. Neste lote, R$ 210,5 milhões serão destinados a contribuintes com preferência para receber a restituição: 45.576 idosos e 6.555 pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento.

O prazo para envio da declaração de IR 2017 terminou às 23h59 de 28 de abril. A Receita informou ter recebido 28.524.560 de declarações.

Governo avalia pacote de aumento de impostos para 2018

Para fechar o Orçamento de 2018, a equipe econômica trabalha com um pacote de aumento de impostos que deve atingir principalmente os contribuintes com renda mais alta. Se adotadas em conjunto, as medidas têm potencial para reforçar o caixa em, pelo menos, R$ 35,5 bilhões. Entre as propostas em estudo está a criação de uma alíquota de 30% ou 35% de Imposto de Renda para quem ganha mais de R$ 20 mil mensais, o que poderia garantir até R$ 4 bilhões a mais para os cofres públicos.

Com o fim da isenção do Imposto de Renda sobre as LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e LCI (Letra de Crédito Imobiliário), conforme informou o Estadão/Broadcast na semana passada, serão injetados outros R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões na arrecadação. Fonte: Estadão 

Eletrobrás tende a se sair melhor do que Cemig no exterior

Eletrobrás (BOV:ELET3) e Cemig (BOV:CMIG4) pretendem lançar para investidores estrangeiros bônus em volumes de cerca de US$ 1 bilhão e US$ 1,5 bilhão, respectivamente, a partir de setembro. A Cemig estará, entretanto, em sua segunda tentativa, após abortar o plano em maio, depois de os investidores exigirem muito prêmio para embolsar os papéis.

A vantagem da Eletrobrás é a maior possibilidade de apoio do controlador, o governo federal, que inclusive analisa a publicação de novas leis que favorecerão a companhia, por exemplo, na venda de algumas usinas.

Empresas adiam adesão ao Refis à espera de mudanças

Incertezas sobre o futuro da medida provisória que instituiu o novo Refis – o Programa Especial de Regularização Tributária (Pert) –, aliado aos poucos atrativos do texto atual, deixaram os contribuintes em compasso de espera. Por ora, o volume de adesões está aquém do esperado. Com documentação pronta, as empresas esperam o desenrolar das negociações entre governo e Congresso.

Um dos receios é a possibilidade de a Medida Provisória (MP) 783 caducar e, por uma nova, editar-se um parcelamento mais benéfico. Aqueles que aderiram correriam o risco de não poder migrar, já que as regras atuais impedem a adesão a um novo programa. Um novo texto teria que anular essa previsão. Fonte: Valor Econômico

RaiaDrogasil é a Empresa do Ano de Melhores e Maiores

Cinco anos após a fusão entre as farmácias RaiaDrogasil (BOV:RADL3), a rede se destaca pelos ótimos resultados e foi eleita a Empresa do Ano no levantamento Melhores e Maiores, feito pela EXAME. De 2013 a 2016, as receitas cresceram 36% em dólares e 83% em reais. Seu faturamento hoje é de 3,4 bilhões de dólares, bem à frente da segunda colocada, a Pacheco-São Paulo. As ações valorizaram 300% no período.

Sem planos para novas aquisições, a rede ainda tem bastante espaço para crescer organicamente, dizem analistas. Fonte: Exame

Deixe um comentário