Governo faz cálculos para definir novo teto para o rombo das contas públicas

LinkedIn

Esta terça-feira (15) deve ser de novas discussões entre os núcleos político e econômico do governo do presidente Michel Temer em torno do aumento do teto para o rombo das contas públicas em 2017 e 2018. O governo já fechou questão sobre o valor do novo teto, que deve subir para déficit de até R$ 159 bilhões em 2017 e 2018.

O anúncio da proposta para o novo teto foi adiado por duas vezes, mas expectativa é de que, finalmente, ocorra nesta terça. Se a proposta for aprovada pelo Congresso Nacional, o governo passaria a ter autorização para que suas despesas superem as receitas em até R$ 159 bilhões.

O teto atual é de déficit (gastos maiores que receitas) de até R$ 139 bilhões, para 2017, e de até R$ 129 bilhões, para 2018.

No início da noite desta segunda (14), o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, divulgou mensagem no Twitter negando informação de que a nova meta poderia ser de déficit de até R$ 170 bilhões.

O assunto é caro ao governo Temer, que assumiu com discurso de restabelecer a responsabilidade fiscal e adotar medidas para reduzir o crescimento da dívida pública.

A revisão da meta gera desconfianças nos investidores. E o governo quer garantir que não será preciso propor mudança de valores novamente mais à frente.

Fonte: G1

Deixe um comentário