Bovespa renova pela quinta vez seu recorde de pontuação

LinkedIn

Ibovespa quebrou novamente o recorde de pontuação, chegando a ultrapassar ao longo do dia os 76.000 pontos pela primeira vez na história. O cenário externo favorável a ativos de risco sustentou a alta de hoje,

Histórico

O índice fechou o dia com uma valorização de 0,31%, com 75.990,41 pontos. O destaque do dia foram os papéis da Usiminas (USIM5) que valorizaram 7,14% hoje. As ações do Grupo Pão de Açúcar (PCAR4) e da WEG ON (WEGE3) subiram 4,11% e 3,28%, respectivamente. Por outro lado, os ativos da JBS (JBSS3) caíram 3,95% e da Multiplan (MULT3desvalorizaram 2,36%.

Em setembro, após 10 fechamentos, o indicador valorizou 7,28%. Já foram nove pregões positivos contra um negativo. Em agosto, o índice fechou com 70.835,05 pontos.

Com relação a 2017, após 178 pregões, o ibovespa subiu 26,17%. Foram 91 fechamentos positivos contra 87 negativos.  Em 2016, o índice fechou com 60.227,29 pontos.

Confira o gráfico da variação diária do Ibovespa (desde agosto).

ScreenShot2017-09-18at17.45.57

Influências

O pregão de hoje teve um tom positivo, indicando que mesmo com as incertezas relacionadas à nova denúncia contra Temer, o mercado ainda está confiante que o presidente terá forças para aprovar a agenda de reformas.

No exterior, a diminuição nas tensões geopolíticas impulsionaram o mercado norte-americano a se arriscar um pouco mais.

Deixe um comentário