Bitcoin volta a ultrapassar os US$ 7.500 dólares; mercado opera estável

LinkedIn

Às 12h desta quinta-feira (16), o Bitcoin (COIN:BTCUSDoperava com uma alta de 1.31%, sendo cotado à R$ 24.444,62. Na manhã desta quinta, a moeda ultrapassou a marca de US$ 7.500,00. À medida que o bitcoin caía, investidores se dirigiam para a versão alternativa da moeda digital, o bitcoin cash.

Ao mesmo tempo, a moeda Bitcoin Cash (COIN:BCHUSDcaia acentuadamente, às 13h a moeda estava operando com queda de 1.38%, cotada à R$ 3.960,67.

O bitcoin, conhecido por suas fortes oscilações, tende a se recuperar rapidamente dos recuos. Mesmo com a recente desvalorização, já subiu mais de 500% apenas neste ano e, nos preços atuais, possui uma capitalização total de mercado em torno de US$ 124 bilhões.

Nesta quinta, a moeda Ethereum (COIN:ETHUSD) voltou a cair e às 13h estava operando com queda de 1.03%, sendo cotada à R$ 1.079,96.

Quer saber como converter suas criptmoedas? Clique aqui

A Ripple (COIN:XRPUSD) vem se recuperando da queda que sofreu na última semana e nesta quinta a moeda operava com 32.95% de alta, valendo R$ 0,78.

A Litecoin (COIN:LTCUSD), que retornou ao posto de uma das cinco moedas com a melhor cotação, operava na tarde desta quinta com queda de 0.22%cotada à R$ 208,39, com cerca de 53 mil moedas em circulação.

Acompanhe o fórum ADVFN sobre criptomoedas

Influências

O Banco Central divulgou nesta quinta-feira (16) um comunicado no qual informa que, devido ao “crescente interesse” da sociedade e das instituições nas chamadas “moedas virtuais”, como o Bitcoin, resolveu alertar que estes instrumentos não são emitidos e nem garantidos por qualquer autoridade monetária. De acordo com o BC, a compra e a guarda das denominadas moedas virtuais com finalidade especulativa “estão sujeitas a riscos imponderáveis, incluindo, nesse caso, a possibilidade de perda de todo o capital investido, além da típica variação de seu preço”.

Deixe um comentário