Bovespa recua à espera de novidades sobre a Reforma da Previdência

LinkedIn

Sem grandes novidades no noticiário, o Ibovespa começou a semana recuando.

Histórico

O indicador fechou com queda de 0,13%, com 74.058,91 pontos. As ações da Copel (CPLE6) caíram 3,7%, as da CPFL Energia (CPFE3) desvalorizaram 3,6% e as da Braskem (BRKM5) recuaram 3,3%.

Por outro lado, a Gerdau Met (GOAU4) valorizou 3,2% e a Gerdau (GGBR4) cresceu 2,9%. Os ativos da Ecorodovias (ECOR3) e os da Klabin (KLBN11subiram 2,8% e 2,2%, respectivamente.

Após 16 pregões em novembro, o índice desvalorizou 0,33%. Já se foram oito fechamentos negativos contra oito positivos. O mês de outubro encerrou com 74.308,49 pontos.

Já no comparativo de 2017, após 220 pregões, o Ibovespa subiu 22,97%. Já foram 110 fechamentos positivos contra 110 negativos. Em 2016, o índice fechou com 60.227,29 pontos.

Influências

O mercado espera por mais informações sobre o andamento da Reforma da Previdência no Congresso Nacional. Na prática, o governo possui apenas três semanas para conseguir aprovar a medida ainda este ano.

O presidente Michel Temer trabalha para votar uma reforma enxuta na primeira semana de dezembro, mas governistas já afirmam que a pedido da base aliada, o texto definido será alterado em alguns pontos para que seja aprovado na Câmara.

Deixe um comentário