Humor positivo sobre a Previdência faz o Bovespa voltar a subir

LinkedIn

As articulações pela Reforma da Previdência começam a animar os investidores, fazendo com o que o Ibovespa volte a fechar em alta.

Hitórico

O indicador fechou o dia com alta de 0,11%, aos 74.139,72 pontos. As ações da Vale (VALE3) valorizaram 2,8%, as da Cemig (CMIG4) subiram 2,7% e tanto os ativos do Banco do Brasil (BBAS3) quanto da Bradespar (BRAP4cresceram 2,1% cada.

Por outro lado, os papéis da CSN (CSNA3) caíram 2,2%, os da Qualicorp (QUAL3) recuaram 2% e os da Eletrobras ON (ELET3) e da Eletrobras PNB (ELET6) desvalorizaram 1,8% e 1,9%, respectivamente,

Após 17 pregões em novembro, o índice desvalorizou 0,23%. Já se foram oito fechamentos negativos contra nove positivos. O mês de outubro encerrou com 74.308,49 pontos.

Já no comparativo de 2017, após 221 pregões, o Ibovespa subiu 23,10%. Já foram 111 fechamentos positivos contra 110 negativos. Em 2016, o índice fechou com 60.227,29 pontos.

Influências

O humor dos investidores melhorou com o acerto do PSDB em lançar a candidatura única do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, para a presidência em 2018. Isso eleva a expectativa de que o governo resolva a sua crise interna.

“A decisão (de levar Alckmin à presidência do partido) representa um fato novo no trâmite da reforma da Previdência, que encontra alguma resistência em algumas alas tucanas. O efeito prático disso para o avanço da reforma ainda é incerto, mas o mercado parece apostar em um impacto positivo”, escreveram analistas da corretora em nota a clientes.

 

Deixe um comentário