Swing Trade: os assuntos que mexerão com o mercado durante essa semana

LinkedIn

No mercado nacional, com a semana mais curta por conta do feriado em comemoração a Proclamação da República, teremos como destaque na agenda econômica as vendas do varejo do mês de setembro que devem registrar crescimento de 0,4%, segundo estimativas.

As articulações em Brasília em torno da recomposição da base aliada para a votação da reforma da previdência devem seguir ditando os rumos dos negócios por aqui, enquanto os resultados corporativos poderão confirmar a melhora no nível de atividade econômica do país.

Nos mercados internacionais, a agenda econômica traz como destaques as vendas no varejo do mês de outubro que devem apresentar um ligeiro avanço de 0,1%, após aumento de 1,6% no mês anterior.

Teremos também a divulgação dos dados de inflação ao consumidor (CPI) de outubro cujas estimativas apontam para uma alta anual de 1,7% (vs meta oficial de 2,0%). A exemplo daqui, o cenário político deve seguir ditando os rumos dos negócios no mercado com as discussões em torno do pacote fiscal de Trump.

No velho continente Europeu,  a agenda econômica reserva a divulgação do indicador de confiança na Alemanha (Percepção Econômica ZEW) do mês de novembro e a segunda prévia PIB da Zona do Euro do 3T17. Neste caso, o PIB deve registrar um avanço de 2,5%.

Além disso, está prevista a divulgação da inflação ao consumidor do mês de outubro e a previsão que deve registrar um avanço de 1,7% (vs meta oficial de 2,0%), portanto, não trazendo maiores pressões na condução da política monetária pelo BCE.

Na Ásia, o indicador que pode mexer com o rumo dos negócios é a divulgação da produção industrial chinesa do mês de outubro, na noite de terça-feira (14). As estimativas apontam para um crescimento de 6,3%. Um resultado acima do esperado pode ser um gatilho para um rally pontual nos preços das commodities.
A corretora optou por não fazer nenhuma recomendação para essa semana.

Deixe um comentário