Bovespa continua subindo e renova máxima pelo terceiro dia seguido

LinkedIn

Ibovespa fechou o dia em alta novamente, superando os 78 mil pontos, o que o levou a renovar a sua máxima histórica pelo terceiro dia seguido este ano.

Histórico

O indicador subiu 0,84%, cotado a 78.647,42 pontos. As ações da Gerdau (GGBR4) e da Gerdau Met (GOAU4dispararam 5,6% e 4,2%, respectivamente. Os ativos da Usiminas (USIM5) cresceram 5,4% e as do Itaú (ITUB4) subiram 2,4%.

Por outro lado, os papéis da Sabesp (SBSP3) caíram 2,4%, os da Taesa (TAEE11) recuaram 1,5% e os da Equatorial (EQTL3) desvalorizaram 1,4%.

Após 3 pregões em janeiro, o índice valorizou 2,94%. Já se foram 3 fechamentos positivos contra nenhum negativo. Dezembro encerrou com 76.402,08 pontos.

Já no comparativo de 2018, após 3 pregões, o Ibovespa subiu 2,94%. Já foram 3 fechamentos positivos contra nenhum negativo. Em 2017, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Influências

O mercado continua com mais apetite para riscos, o que é explicado pelo economista-chefe da Modalmais, Alvaro Bandeira, pelo fato que “se houver erro, [os investidores] terão todo o ano para consertar”.

No Brasil, a principal questão política do momento é o julgamento do ex-presidente Lula no dia 24. A expectativa é caso o petista seja condenado, ele não concorra às eleições de outubro e melhorem as chances de aprovação da Reforma da Previdência, já que seus opositores estariam enfraquecidos.

Além disso, os investidores estrangeiros injetaram R$ 865,8 milhões no primeiro dia útil do ano, o que “corrobora com o rali da bolsa nesse início de 2018”, segundo relatório da Guide Investimentos.

No exterior, a tendência de alta também esteve presente, com os indicadores apontando para o fortalecimento das economias. A inflação ainda enfraquecida dos Estados Unidos deve obrigar o Federal Reserve, o banco central americano, a continuar com o ritmo de altas nos juros do país.

Deixe um comentário