Brasil encerra 2017 com menor déficit em transações correntes em dez anos, a US$9,762 bi

LinkedIn

O Banco Central divulgou nesta sexta-feira (26) que o Brasil encerrou o ano de 2017 com um déficit de US$ 9,762 bilhões em transações correntes; esse foi o melhor resultado apresentado em 10 anos e equivale a 0,48% do PIB (Produto Interno Bruto).

O desempenho foi o melhor desde 2007, quando o país registrou um superávit de US$ 408 milhões, ficando em linha com a expectativa do BC; que previa um rombo de US$ 9,2 bilhões.

Só em dezembro, as transações correntes do país ficaram negativas em US$ 4,327 bilhões, ante expectativa do mercado de saldo negativo em US$ 4,05 bilhões, segundo pesquisa da Reuters com analistas.

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, acredita que o setor externo possui uma variável econômica bastante positiva e é considerado capaz de proteger o país de eventuais turbulências.

O resultado foi guiado pela força da balança comercial, tanto pelo maior volume transacionado quanto por preços mais favoráveis de algumas commodities de peso na pauta brasileira, como minério de ferro e petróleo. Em 2017, o saldo comercial ficou positivo em US$ 64,028 bilhões.

Fonte: Reuters

Deixe um comentário