Dólar fecha com leve alta, mas encerra janeiro com maior queda em 6 meses

LinkedIn

O dólar fechou o dia praticamente estável, com leve alta, ao passo em que os investidores estão atentos ao desfecho do encontro de política monetário do Federal Reserve (Fed).

Histórico

A moeda teve alta de 0,01%, cotada a R$ 3,1793  para compra e R$ 3,1803 para venda.

Após 21 pregões no mês, a moeda desvalorizou 4,05%. Já se foram 12 pregões negativos, contra 9 positivos. No último pregão de dezembro, o dólar fechou cotado a R$3,3133  para compra e R$ 3,3144 para venda.

Em 2018, após 21 pregões, o dólar apresenta uma desvalorização de 4,05%. Já se foram 9 pregões em alta, contra 12 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Influências

O Brasil acordou com o resultado da primeira pesquisa sobre as eleições à presidência, após a condenação do ex-presidente Lula na semana passada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), de Porto Alegre.

Mesmo após o julgamento, o petista manteve a liderança de intenção de votos, com a preferência variando entre 34% e 37% nos cinco cenários propostos pelo Instituto DataFolha. O deputado Jair Bolsonaro segue como segundo candidato mais forte entre as escolhas.

No exterior, a decisão do Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos pode apontar os próximos passos no plano monetário do país, incluindo um possível aumento nos juros americanos.

Deixe um comentário