Ministro da Casa Civil afirma que juros pode cair com a reforma da previdência

LinkedIn

O ministro Casa Civil, Eliseu Padilha, disse em entrevista ao Estadão nesta sexta-feira (9) que o Banco Central poderá manter a linha de redução de juros, caso a reforma da Previdência seja aprovada neste ano.

A iniciativa para a redução foi dada pelo Copom durante um reunião na quarta-feira (7). O órgão decidiu reduzir em 0,25 (p.p) da taxa básica de juros da economia (Selic), que recuou 6,75% ano ano, sendo o menor número da história.

O ministro afirma que a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) poderá gerar uma alta de 4% a 5% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano. Para ele, “o crescimento maior, intensificará a arrecadação e permitirá à economia andar a passo mais largos”.

O projeto para aprovação da reforma da Previdência está marcada para o dia 20 de fevereiro na Câmara dos Deputados.

*Com informações do Estadão

Deixe um comentário