Usuários processam Facebook e Cambridge Analytica nos EUA por uso de dados sem autorização

LinkedIn

O Facebook e a consultoria Cambridge Analytica estão sendo processados nos Estados Unidos por obterem informações de mais de 50 milhões de usuários da rede social sem autorização. A ação coletiva, apresentada na noite de terça-feira por Lauren Prince, residente de Maryland, é a primeira de muitos processos judiciais que a rede social possivelmente enfrentará.

O principal questionamento dos usuários é a capacidade do Facebook de proteger os dados dos usuários, além da exploração desses dados pela Cambridge Analytica para favorecer a campanha presidencial de Donald Trump em 2016.

A queixa foi apresentada ao Tribunal Distrital dos Estados Unidos, em San Jose, na Califórnia, algumas horas depois que o Facebook foi acusado pela coleta de dados. Em uma entrevista por telefone nesta quarta-feira, o advogado de Lauren Price, John Yanchunis,  afirma que “todos os usuários do Facebook tem interesse nesse processo e a aplicação de seus direitos de privacidade”.

Em dois dias, a rede social perdeu cerca de US$ 50 bilhões de dólares em valor de mercado. A empresa também caiu no ranking das maiores em valor de mercado no mundo. Antes, ocupada a 5ª posição, mas foi ultrapassada por Alibaba e Berkshire. (Fonte: Reuters)

Deixe um comentário