Bom dia, Investidor! 13 de abril de 2018

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Para saber o que aconteceu ontem após o fechamento do mercado, confira o nosso Boa noite, Investidor!

Pré Market

A surpresa com o inesperado déficit da balança comercial da China em março, com os números ainda afetados pelo feriado de ano-novo no país, não chegam a afetar os mercados no exterior, com os investidores ainda animados pelos sinais de alívio nas tensões comerciais. Ainda assim, os negócios lá fora mostram maior cautela, diante da possibilidade de uma ação militar na Síria, que pode provocar uma reação russa. Por aqui, a proximidade do fim de semana tende a redobrar a postura defensiva nos ativos locais, reduzindo o apetite por risco.

O comportamento errático dos mercados domésticos ontem – em meio a uma recuperação firme no exterior, após o presidente norte-americano, Donald Trump, indicar que um ataque à Síria pode não ser “tão iminente assim” – deixa claro que a agenda política está fazendo preço. Tanto que a Bolsa seguiu no limbo dos 80 mil pontos, ao passo que o dólar confirmou um novo intervalo, entre R$ 3,35 (piso) e R$ 3,40 (teto). Há quem diga que não seria surpresa se a moeda norte-americana alcançar R$ 3,50 em breve.

Só que, apesar de Trump ter baixado o tom, a ameaça de ataque contra o regime de Assad ganhou força na Europa, dando a entender que a ofensiva poderia acontecer em conjunto com o Reino Unido e a França, elevando o risco de guerra na região. O petróleo monitora essa possibilidade e oscila em alta, cotado na faixa de US$ 67 o barril, após a agência internacional de energia (IEA) sugerir encolhimento da oferta global da commodity.

Já o dólar está de lado, medindo forças em relação às moedas rivais, enquanto o juro projetado pelo título norte-americano de 10 anos (T-note) segue acima de 2,8%. Nos demais mercados, os índices futuros das bolsas de Nova York estão na linha d’água, ao passo que as praças europeias não exibem uma direção única, com Londres mais pressionada, depois de uma sessão igualmente mista na Ásia.

Leia: Pré-Market: Fim de semana de expectativa

Destaques Corporativos

Oi (OIBR4): A Oi pretende concluir durante o mês de julho, as suas dívidas em participação acionária. Segundo fontes, a empresa possui até 31 de julho para fazer isso.

Magazine Luiza (MGLU3):  A partir deste sábado (14), o Magazine Luiza começará a aceitar televisores antigos como entrada na compra de uma nova. A promoção valerá até o último dia da Copa do Mundo de futebol, no dia 15 de julho.

Petrobras (PETR4): A Petrobras assinou um financiamento de crédito de US$ 400 milhões com a Credit Agricole e UK Export Finance. O contrato terá vencimento em 2029.

Oi (OIBR4): A empresa registrou prejuízo de R$ 4,01 bilhões no quarto trimestre de 2017, fechando o ano com perdas de R$ 6,68 bilhões.

Embraer (EMBR3): O Conselho de Administração da Embraer aprovou o pagamento de R$ 52 milhões sob a forma de dividendos. O benefício irá contemplar a posição acionária do dia 23 de abril de 2018 e o pagamento está previsto para iniciar no dia 21 de maio. Os dividendos são referentes ao exercício social de 2017.

Cyrela (CYRE3): Na noite desta quinta (12), a Cyrela divulgou a prévia de seus resultados operacionais do primeiro trimestre de 2018. A companhia encerrou o trimestre com um volume de lançamentos de R$ 434 milhões, valor 28% inferior ao registrado no mesmo período do ano passado.

Recomendações de Ativos

(RENT3): O HSBC elevou o preço-alvo do ativo para R$ 27,1 e reiterou a recomendação de compra. Segundo a equipe de análise, as estimativas foram revisadas com base em um cenário de mercado melhor.

Notícias

Salário Mínimo: A nova proposta do governo brasileiro eleva o salário mínimo em 5%, passando de R$ 954 para R$ 1.002. Segundo o jornal Valor, o reajuste geraria impacto fiscal de quase R$ 17 bilhões para as contas públicas durante o próximo ano.

Cármen Lúcia: A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmen Lúcia, assumiu a presidência da República nesta sexta-feira (13). A previsão de permanência da ministra no cargo é entre a tarde desta sexta e o sábado.

Minério de Ferro: Os contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian, na China, tiveram alta de 0,92%, encerrando a jornada desta sexta-feira a 437 iuanes por tonelada.

Agenda Econômica

BRASIL
* O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados da Pesquisa Mensal de Serviços e da receita real do setor referentes a fevereiro.
ESTADOS UNIDOS

* O relatório Jolts sobre emprego e número de vagas disponíveis em fevereiro será publicado às 11h pelo Departamento do Trabalho. Em janeiro, foram registrados 6,312 milhões de postos de trabalho abertos. Analistas preveem 6,0 milhões de vagas em fevereiro.

* A versão preliminar do índice de confiança do consumidor de abril será publicada às 11h pela Universidade de Michigan e pela Thomson Reuters. Em março, o índice subiu para 101,4 pontos, de 99,7 pontos em fevereiro. O mercado prevê queda para 100,0 pontos em abril.

EUROPA E ÁSIA
* China: a balança comercial de março será publicada durante a madrugada pela alfândega. Em fevereiro, houve superávit de US$ 33,74 bilhões.

* Alemanha: a versão revisada do índice de preços ao consumidor de março será publicada às 3h pelo Destatis. Na versão preliminar, o índice subiu 1,6% em base anual.

* Eurozona: a balança comercial de fevereiro será publicada às 6h pela Eurostat. Em janeiro, houve superávit de 3,3 bilhões de euros.

 

Deixe um comentário