BRF estima obter até R$500 mi com venda de ativos não essenciais

LinkedIn

De acordo com a projeção apontada pelo diretor de relações com investidores da BRF (BOV:BRFS3), Eduardo Takeiti, nesta sexta (29), a empresa de alimentos espera receber cerca de R$ 500 milhões com a venda de ativos não essenciais.

A empresa foi prejudicada por um veto da União Europeia às importações brasileiras de aves, que afetou 12 de suas usinas. Entretanto, de acordo com a Reuters, a empresa alertou ser impossível alcançar a meta de amenizar a dívida líquida por 3 vezes antes dos juros, depreciação e amortização (Ebtida) no ano, ante o número atual de 4,4 vezes.

Fonte: Reuters

Deixe um comentário